compartilhar

SÓ EMERGÊNCIAS: Funcionários da CEB entram em greve por reajuste; atendimento para serviços básicos é suspenso

Empregados da estatal do GDF querem aumento de 4% nos salários e em outros benefícios. Companhia diz estar negociando.

Funcionários da Companhia Energética de Brasília (CEB) entraram em greve na segunda-feira (3).

Com isso, apenas emergência são recebidas.

Quem precisa de serviços básicos não consegue atendimento.

Os empregados da CEB querem reajuste de 4% nos salários e em outros benefícios, como adicional de condutor e vale-alimentação.

 

O sindicato afirmou que os trabalhadores decidiram cruzar os braços até que a companhia se disponha a negociar.

A direção da estatal disse que continua negociando e que vai fazer todos os esforços para manter os serviços essenciais e minimizar os efeitos à população.


Quem compareceu à agência da CEB, na 508 Sul, na segunda deu de cara com o aviso de que as agências estão fechadas por causa da greve. “Atendimento só para serviços emergenciais pelo telefone 116”.

Pelo telefone, no entanto, o atendente é direto. “Ligação nova, somente na agência-sede ou posto Na Hora, tá? Não é feita por nós. Como a CEB está em greve, então, tem que aguardar até que a CEB retorne para você poder solicitar.”

 

“A CEB está em greve e não temos prazo para o retorno.”

 

No posto do Na Hora da Rodoviária do Plano Piloto, cadeiras bloqueiam a entrada da agência. Havia funcionários no local, mas sem oferecer atendimento.

 

Fonte: *Via G1/Clipping

COMENTÁRIOS