Image and video hosting by TinyPic

 

Image and video hosting by TinyPic

 

compartilhar

AUMENTO DO EFETIVO: Ibaneis propõe gratificação de 30 por cento para policiais civis inativos retornarem ao trabalho

Governador eleito afirmou ainda que deseja dar bônus para agentes que trabalharem em dias de folga. 'Medidas possibilitarão a reabertura de delegacias', justifica.

Para tentar equilibrar o quadro de servidores da segurança pública do Distrito Federal, o governador eleito, Ibaneis Rocha (MDB), afirmou, nesta quarta-feira (12), que oferecerá 30% de gratificação para que policiais civis inativos retornem ao trabalho.

O futuro chefe do Palácio do Buriti disse também que quer dar gratificação para que agentes trabalhem nos dias de folga.

 

Segundo Ibaneis, as medidas vão permitir aumentar o efetivo, ampliar o número de policiais na rua e ainda reabrir delegacias.

 

"Elaboramos um plano emergencial e vamos propor gratificação de 30% da remuneração para aqueles policiais que estão na inativa. Assim, reabriremos as delegacias e levaremos mais policiais para as ruas".

 

O governador eleito informou que o futuro secretário de Segurança Pública, Anderson Torres, vem analisando as propostas e deverá detalhá-las nos próximos dias. Ao G1, Torres apontou que a pasta tem trabalhado em conjunto com a Secretaria de Fazenda para colocar em prática essas medidas.

 

“Vamos fazer uma previsão orçamentária. Todos os detalhes sobre aumentos estão sendo estudados. Vamos entender as contas e sentar para tratar de índices.”

 

Os policiais militares de Brasília já recebem gratificações por trabalharem em dias de folga. De acordo com Torres, essa situação deverá ser adaptada à realidade da Polícia Civil.

 

Fórum de Governadores Eleitos

 

As declarações do emedebista foram feitas em entrevista coletiva durante Fórum de Governadores Eleitos, que ocorreu na manhã desta quarta. Essa é a segunda edição do evento desde a eleição de outubro.

Governadores eleitos foram a Brasília para reunião com Sérgio Moro, futuro ministro da Justiça, e Dias Toffoli, presidente do STF  — Foto: Fátima Meira/Futura Press/Estadão Conteúdo

Governadores eleitos foram a Brasília para reunião com Sérgio Moro, futuro ministro da Justiça, e Dias Toffoli, presidente do STF 

A pauta, segundo o governador eleito de São Paulo, João Doria, um dos organizadores do encontro, é para tratar de segurança pública, controle de fronteiras e sistema prisional.

A ideia do fórum é que o encontro seja realizado mensalmente a partir do ano que vem para tratar de temas que envolvem os estados. O primeiro encontro, há cerca de um mês, teve a presença do presidente eleito Jair Bolsonaro.

 

Fonte: *Via G1/Clipping

COMENTÁRIOS