compartilhar

UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA: UnB é única do Distrito Federal a receber nota máxima do MEC

Foi analisado desempenho de 50 instituições de ensino superior da capital federal e cidades-satélites. Índice Geral de Cursos vai de 1 a 5.

A Universidade de Brasília (UnB) é o único estabelecimento de ensino superior do Distrito Federal a receber a nota máxima do Ministério da Educação: 5.

Divulgado nesta terça-feira (18), o Índice Geral de Cursos (IGC) é calculado com base na avaliação de todos os cursos ofertados aos alunos, nos últimos três anos.


O levantamento do ministério avaliou 50 instituições do "quadrilátero".

Veja o ranking:

 

  • Só a UnB tem nota 5,
  • 15 delas estão com nota 4,
  • 22 fecharam com nota 3
  • 10 tiveram nota 2.
  • Apenas 2 estabelecimentos não receberam nota.

 

O motivo de estes dois locais não terem recebido nota não foi divulgado pelo MEC.

Por curso

 

O ministério também avaliou parte dos cursos oferecidos por estes estabelecimentos. Ao todo, foram analisados 230 cursos (incluindo bacharelado e licenciatura), em 31 áreas diferentes.

Somente três deles receberam nota máxima do Conceito Preliminar de Curso (CPC). São os de tecnologia em análise e desenvolvimento de sistema – dois deles no Iesb e um no UDF.

Apenas um curso ficou com a nota mínima. É o de tecnologia em gestão da tecnologia da informação do Senai, com nota 1.


Apesar de a UnB ter tirado a nota máxima geral no ranking geral das universidades, ao analisar somente este grupo de cursos específico, todos eles ficaram com nota 3.

Para calcular o CPC, o MEC faz um pente-fino em um grupo de curso a cada três anos. Ou seja, eles só são reavaliados três anos depois.

 

A ideia, então, é dar nota a todos os cursos oferecidos durante esse ciclo.

O CPC considera a nota dos alunos no Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) e o perfil dos professores, como titulação e regime de trabalho deles. Já o IGC também analisa o desempenho da pós-graduação.

 

Fonte: *Via G1/Clipping

COMENTÁRIOS