Image and video hosting by TinyPic

 

Image and video hosting by TinyPic

 

compartilhar

INCONSEQUENTES: Em 2018, SAMU recebeu 1 trote a cada 8 minutos no Distrito Federal

Uma única pessoa chegou a ligar 200 vezes com informações falsas. Casos identificados são registrados em boletins de ocorrência na polícia.

O número de emergência do SAMU, acionado pelo 192, recebeu um trote a cada oito minutos em 2018 no Distrito Federal.

Do total de 903.157 telefonemas recebidos, 68 mil eram comunicados falsos.

Os dados foram divulgados nesta quinta-feira (10) pela Secretaria de Saúde.Resultado de imagem para samu trote

Apesar de considerável, o índice de informações falsas se manteve estável na comparação com 2017, quando a quantidade de trotes ficou em torno de 7,5% das ligações.

Imagem relacionada

No início do funcionamento do serviço, em 2006, esse índice era de 60%.

Entre os trotes "icônicos" do ano passado, o gerente da Central de Regulação de Urgências do SAMU, Vitor Leonardo Arimatea, destaca o caso de uma única pessoa que ligou 200 vezes para o serviço solicitando atendimento. "Até conhecemos alguns pelo nome", diz.

Segundo Arimatea, os trotes identificados são feitos tanto por crianças quanto por adultos.

 

A equipe de atendimento é treinada para identificar os casos e, em média, costuma levar até 30 segundos para descobrir o trote.

Resultado de imagem para samu troteOs casos detectados são registrados em boletim de ocorrência e encaminhados às autoridades policiais.

Para os suspeitos, o Código Penal prevê punições para comunicação falsa de crime ou de contravenção. A pena prevista é detenção de um a seis meses ou multa.

TranstornosResultado de imagem para SAMUZINHO

 

Apesar de não estimar o prejuízo causado pelo deslocamento de equipes em comunicações falsas ao serviço de emergência, o Samu afirma que a prática "causa transtornos" tanto aos profissionais quanto nos pacientes.

"Só quem passa pelo drama de não ter uma viatura, para ser atendido, sabe o que é isso", pontua Arimatea.

Para tentar conscientizar a população, a Secretaria de Saúde tem promovido campanhas que informam à população sobre a relevância do atendimento. Uma das iniciativas é o "Samuzinho", que tem como público-alvo crianças a partir dos 8 anos de idade.

Em 2018, o projeto capacitou cerca de 4 mil pessoas. As ações foram realizadas em escolas, condomínios, unidades de internação e universidades.

Resultado de imagem para samu trote

 

Fonte: *Via G1/Clipping

COMENTÁRIOS