compartilhar

28 DIAS DE PROGRAMA: Secretaria de Saúde realiza mais de 3 mil cirurgias desde o lançamento do SOS DF Saúde

Instituto Hospital de Base realizou a maior parte delas: 699 cirurgias.

O SOS DF Saúde completou 28 dias com mais de 3,6 mil cirurgias.

A finalidade do programa da nova gestão é a realização de mutirões de cirurgias eletivas, com foco em demandas ortopédicas, cardíacas e oncológicas.

Na rede pública de saúde, 24 mil pessoas aguardam por uma cirurgia.

A maioria dos procedimentos foram realizados no Instituto Hospital de Base: 699 cirurgias.

O segundo hospital com mais procedimentos foi o Hospital Regional de Sobradinho, com 371 intervenções realizadas, seguido do Hospital Regional da Asa Norte (Hran), com 357 operações em 28 dias.

HRT

Desde a última quinta (24), o pronto-socorro do Hospital Regional de Taguatinga (HRT) está interditado por causa de um princípio de incêndio, causado por um curto-circuito.

Durante a avaliação, técnicos e engenheiros detectaram a necessidade da troca de um quadro de luz e de um cabeamento elétrico de parte do pronto-socorro.

O ambulatório foi liberado ainda nesta segunda (28). Por causa do ocorrido, pacientes que estavam internados no local tiveram que ser transferidos e quem procurava o hospital foram recomendados a procurar outras unidades.

Os pacientes que não puderam realizar a consulta marcada por causa da interdição do hospital serão reencaixados com prioridade.

Relatório de 2014

Um relatório de novembro de 2014, feito durante o governo de Agnelo Queiroz (PT), já apontava o risco de curto-circuito no HRT- Hospital Regional de Taguatinga. Segundo o documento da empresa Infra Engeth vazamentos de água fria na galeria do hospital estavam entrando em contato com as instalações elétricas da unidade de saúde.

No relatório, o engenheiro responsável recomendava providências imediatas e urgentes devido a da situação. No entanto, nada foi feito pela gestão à época nem pela gestão que sucedeu a de Agnelo Queiroz.

 

COMENTÁRIOS