Image and video hosting by TinyPic

 

Image and video hosting by TinyPic

 

compartilhar

GESTÃO IBANEIS ROCHA: Balanço de 70 dias do atual Governo do Distrito Federal

GDF trabalha em ritmo acelerado para melhorar oferta de serviços à população. Gestão compartilhada nas escolas, 11 delegacias em plantão 24h e mais de 11 mil cirurgias estão entre as realizações do período

Em pouco mais de dois meses, o Governo do Distrito Federal apresenta à população os resultados de um trabalho planejado e urgente. As equipes à frente dos órgãos estão com a mão na massa, para atender orientação do governador Ibaneis Rocha, que foi claro: “precisamos resgatar nossa cidade e mostrar à população que o tempo de abandono acabou”.


Dentro dessa determinação, foi criado o programa SOS DF, que ultrapassou a marca de 40 mil ações executadas – de tapa-buracos a reparos de espaços públicos como praças e pontos de encontro, de troca de lâmpadas à pintura da sinalização nas vias, de recuperação de redes de esgoto e águas pluviais à jardinagem.

O governo também priorizou educação, saúde e segurança. E os resultados vieram com a grande aceitação popular pela gestão compartilhada das escolas públicas, a reabertura de delegacias, a diminuição da criminalidade, e a força-tarefa na saúde para realizar mais de 11 mil cirurgias. Tudo isso em pouco mais de 70 dias.

Na educação, implantou a gestão compartilhada em quatro escolas públicas, abriu 3,7 mil novas vagas em creches e iniciou o ano letivo com zero de carência de professores em sala de aula. “Quem vai às escolas e conversa com as pessoas, é quase impossível ficar contra o projeto da gestão compartilhada. São mais 20 novos profissionais e R$ 200 mil por ano para cada escola”, explicou o secretário de Educação, Rafael Parente.

Cerca de 10 mil profissionais, entre temporários e efetivos, reforçaram o time da Secretaria de Educação. Foram convocados logo no início do ano, garantindo o suprimento da carência de professores em toda a rede.

Em medida de urgência, o Governo também conseguiu aprovar a Lei do Cartão Material Escolar, que vai beneficiar 64.652 estudantes de baixa renda. Serão investidos R$ 19,9 milhões com a iniciativa. Estudantes do ensino fundamental receberão R$ 320 e os do ensino médio, R$ 240. A previsão é de que o pagamento do benefício seja efetuado até o início de abril.

Segundo levantamento da Subsecretaria de Infraestrutura e Apoio Educacional (SIAE), 200 escolas passam reformas. Deste total, 43 estão com os serviços finalizados. Outros 78 colégios seguem em obras e 79 aguardam o início dos serviços. O governo investe R$ 20 milhões em serviços de manutenção nas redes elétricas, pinturas e outros reparos gerais.

A saúde pública também recebeu reforços e já mudou de cara. Em 60 dias, a pasta conseguiu realizar mais de 10 mil cirurgias. “Estabelecemos uma rotina com os hospitais da rede de tal forma que pudéssemos realizar as cirurgias eletivas e atender às pessoas que estavam esperando há anos nas filas”, destacou o secretário de Saúde, Osnei Okumoto.

A força-tarefa na saúde priorizou ainda o atendimento a pacientes com dificuldade de mobilidade. Mais de 800 produtos de órteses, próteses e meios auxiliares de locomoção foram distribuídos.

A Secretaria de Saúde também adquiriu cinco novos mamógrafos digitais.

Um deles já está funcionando no Instituto Hospital de Base (IHB) e os outros serão instalados até abril nos hospitais regionais de Samambaia (HRS) e Taguatinga (HRT), no Hospital Materno Infantil (HMIB) e no Centro de Radiologia de Taguatinga (CR).

Em busca de ampliar o atendimento à população, o Governo conseguiu ainda aprovar na Câmara Legislativa a ampliação do modelo de gestão do Instituto Hospital de Base para seis Upas (Unidades de Pronto Atendimento de Saúde) e o Hospital de Santa Maria. O governo prepara agora as normas para implantar o novo sistema administrativo nas unidades até o final de abril.

Segurança

Na Segurança Pública, o governo entregou mais de 100 novas viaturas, reabriu 11 delegacias em plantão 24 horas, criou gratificação de serviço voluntário para policiais civis. Para os policiais militares, o governador decretou o aumento do abono voluntariado de R$300 para R$400.

Com a Operação Prioridade, os registros de crimes contra a vida apresentaram redução de 25,7% nos primeiros 50 dias de 2019. Os homicídios tiveram redução de 62 ocorrências, em 2018, para 45 no período analisado. Foi o menor número registrado desde 2008.

A população comemora ainda a segurança ostensiva nas ruas. Resultados podem ser vistos com a diminuição da criminalidade. O roubo em comércio teve a maior queda, 45,8%.

 

Já no roubo em transporte coletivo, a redução foi de 28,6% e o furto a veículos registrou diminuição de 27,9%.

Trabalho intenso também na fiscalização do trânsito. Segundo o Detran-DF, acidentes com vítimas fatais nas vias públicas do DF reduziram consideravelmente nesses dois primeiros meses de 2019. Se comparados ao mesmo período do ano de 2018, essa redução foi de 31,4 % de mortes.

Os resultados fazem parte de um trabalho forte de fiscalização e educação de trânsito. Até agora, o Detran realizou mais de 16 mil operações em todo o Distrito Federal. Mais de 2,8 mil condutores foram autuados por alcoolemia. A sinalização das ruas também foi reforçada, com a recuperação de 169 placas, colocação de 232 novas placas e reciclagem de outras 89.

Transportes

A Secretaria de Transportes atuou nesse período no ponto sensível da mobilidade e a população já sente a diferença. Foram entregues 63 novos micro-ônibus aos usuários do transporte público no DF. Os veículos fazem parte da renovação da frota e irão substituir ônibus antigos do sistema.

Os novos carros chegam com motor mais silencioso, GPS, que permite o rastreamento do veículo em tempo real; são mais ágeis, mais econômicos e possuem o sistema de biometria facial, que traz mais tecnologia e segurança aos usuários que utilizam a gratuidade, como o Passe Livre Estudantil e pessoas com deficiência, já que apenas o titular do cartão pode usar o benefício.


Por meio do DFTrans, a Pasta investiu em nova linha de ônibus. Quem utiliza transporte público em Águas Claras passou a contar com a linha 0.952, que fará trajeto circular até o Taguatinga Shopping, passando pelas avenidas Araucárias e Castanheiras e pelas quadras 107 e 301. A tarifa será de R$ 2,50.

Serão especialmente beneficiados com a nova linha os moradores da quadra 301 que terão mais facilidade de deslocamento de ida e volta para o Taguatinga Shopping e atendimento por toda a Avenida Gravatá. Dessa forma, o percurso dos ônibus será mais ágil.

QUADRO DE AÇÕES EM DOIS MESES

 

 

 

 

COMENTÁRIOS