Image and video hosting by TinyPic

 

Image and video hosting by TinyPic

 

compartilhar

DIA MUNDIAL DA ÁGUA: Caesb assina acordo de preservação e uso sustentável da Bacia do Descoberto

Iniciativa conta com a participação da Saneago, ANA, Adasa, entre outras entidades.

A Companhia Ambiental do Distrito Federal (Caesb) e a Saneamento de Goiás (Saneago) assinaram nesta sexta (22), Dia Mundial da Água, um acordo de cooperação técnica (ACT) para a proteção e uso sustentável dos recursos hídricos da Bacia do Descoberto. O acordo inclui ainda o incentivo à atividade rural sustentável no manancial.

Também fazem parte da iniciativa entidades federais, estaduais e não-governamentais – como a Agência Nacional de Águas (ANA); a Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do Distrito Federal (Adasa); a Secretarias de Meio Ambiente do Distrito Federal e da Agricultura, Abastecimento e Desenvolvimento Rural do Distrito Federal; e a WWF-Brasil.

Uma das ações previstas no acordo está a criação do programa Produtor de Água, que tem como intenção proteger nascentes localizadas nas propriedades rurais próximas à Bacia do Descoberto. O presidente da Caesb, Fernando Leite, afirmou que o programa é uma “garantia segura de que a produção de água não caia a níveis alarmantes que possam comprometer o abastecimento de água”.

Um programa semelhante acontece na Bacia do Ribeirão Pipiripau, também no Distrito Federal, com o envolvimento de 17 parceiros. Produtores rurais da região que adotam práticas de proteção ao meio ambiente ganham uma remuneração em dinheiro paga pela Caesb. A companhia já gastou R$ 1,8 milhão no pagamento a 201 produtores rurais que integram o projeto desde sua concepção.

O evento de assinatura do acordo entre a Caesb e a Saneago contou com a participação do governador do estado de Goiás, Ronaldo Caiado, que assinou o decreto de criação do Parque Estadual Águas Lindas, redefinindo a área da unidade de conservação hoje conhecida como Parque do Descoberto.

O vice-governador do Distrito Federal, Paco Britto, também participou do evento: “o novo Parque também vai contribuir para a Bacia que hoje fornece 65% da água consumida no Distrito Federal e, com o apoio dos produtores, vamos proteger o ecossistema, pois a escassez da água foi recentemente parte da realidade de vários estados do país”.

Após uma grave crise hídrica que atingiu o Distrito Federal por mais de um ano, levando ao racionamento de água na capital, a Barragem do Descoberto termina o Dia Mundial da Água com 14 cm acima da cota do vertedouro. Desde dezembro do ano passado, a barragem opera com 100% de sua capacidade – o que, no entanto, não descarta a necessidade de preservação dos recursos hídricos.

 

COMENTÁRIOS