compartilhar

GRILAGEM NO CERRADO: GDF derruba 37 barracos de “invasão relâmpago” em Planaltina

O local, naquela cidade-satélite, não é passível de regularização, pois pertence a uma área de parque ecológico

Uma ação do Governo do Distrito Federal removeu, nesta terça-feira (26/3), 37 barracos de madeira de uma área de 30 mil m², invadida na Estância Mestre D’Armas, em Planaltina.

O trabalho contou com a participação de 200 profissionais de vários órgãos e resultou na retirada de 17 pontos de energia e uma ligação clandestina de água para as edificações.

O processo de invasão começou em novembro de 2018. Entre janeiro e março deste ano, foi registrado, naquele local, um crescimento de aproximadamente 93% da área ocupada – 27,5 hectares –, configurando uma expansão de invasões.

Resultado de imagem para GRILAGEM PLANALTINA HOJE

Uma parte expressiva do loteamento ilegal é ocupada por pequenos e precários barracos, que, sem moradores, foram construídos somente para “marcar” lugar.

A localidade não é passível de regularização, pois parte da região está destinada ao Parque Ecológico do DER, não admitindo uso urbano residencial.

Já outro setor está reservado para realocação de famílias excedentes das áreas irregulares mais antigas.

 

O restante se encontra dentro da Área de Proteção Ambiental (APA) de São Bartolomeu, na Zona de Conservação da Vida Silvestre, onde não é permitido o uso urbano.

 

A operação do Comitê de Governança do Território do GDF tem como meta zelar pela área de preservação ambiental permanente em Planaltina.

A expectativa é de desconstruir edificações e demarcações de lotes – cerca de 1,3 mil – em terras pertencentes ao patrimônio da Agência de Desenvolvimento do DF (Terracap).

DF Legal/Divulgação

INVASÃO E GRILAGEM É NOTÍCIA NA TV

Resultado de imagem para GRILAGEM PLANALTINA HOJE

 

Fonte: *Via G1/Clipping

COMENTÁRIOS