compartilhar

COM LEITURA DE MENSAGEM MOTIVACIONAL: Órgãos de segurança vão hastear bandeira nacional todos os meses a partir de maio

Solenidade será realizada sempre no primeiro dia útil, às 9h, ao som do Hino Nacional.

A partir de maio, órgãos de segurança do Distrito Federal terão que hastear a bandeira nacional todos os meses durante solenidade na Secretaria de Segurança Pública do GDF.

O ato simbólico de patriotismo já é realizado em outros departamentos públicos federais e nas escolas "militarizadas" da Grande Brasília (veja abaixo).

A novidade foi publicada em Portaria no Diário Oficial de quarta-feira (27).

De acordo com o texto, a solenidade será realizada sempre no primeiro dia útil de cada mês, às 9h, ao som do Hino Nacional.Resultado de imagem para ESCOLA MILITAR DF

Comandantes e diretores-gerais das forças de segurança do Distrito FEderal – Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros e Detran – serão convidados a participar do evento. Segundo a Secretaria de Segurança Pública, a medida não terá custos para os cofres públicos.

 

Boa convivência

 

A pasta explicou que a medida tem a intenção de fortalecer a integração, boa convivência e o princípio de civismo entre os servidores da secretaria. A bandeira do Brasil deverá ser hasteada ao lado das bandeiras dos órgãos de segurança do GDF por autoridades convidadas.

A portaria prevê também que, após o hasteamento das bandeiras, o encarregado da organização do evento ou o mestre de cerimônias fará a leitura de uma mensagem motivacional. Depois desse momento, os funcionários que se aposentaram e os aniversariantes do mês vão receber uma homenagem.

Nos outros dias, as bandeiras serão hasteadas às 8 horas e retiradas às 18 horas pela equipe de segurança de plantão da Secretaria, mesmo se não houver expediente.

 

Hino nas escolas

 

A solenidade foi implementada pelas quatro escolas que iniciaram o ano com gestão compartilhada com a Polícia Militar– localizadas na Estrutural, Ceilândia, Recanto das Emas e Sobradinho.

No primeiro dia das escolas 'militarizadas', os alunos hastearam a bandeira e cantaram o hino sob orientação do militar responsável pelo "comando disciplinar da escola".

 

Fonte: *Via G1/Clipping

COMENTÁRIOS