Polícia Civil do Distrito Federal deflagrou, na manhã dessa quarta-feira (12/02/2020), a Operação Privê. Foram cumpridos 14 mandados judiciais contra investigados pela prática de crimes de parcelamento irregular do solo.

Os envolvidos são suspeitos de grilagem em um condomínio localizado em região nobre do Lago Norte, onde lotes, à beira do lago, chegam a valer mais de R$ 2 milhões. Os investigados foram denunciados por organização criminosa, parcelamento irregular do solo e dano ambiental. Eles foram alvos de mandados prisões preventivas, mas seguem foragidos.

“O líder da organização atua como grileiro em diversas regiões do Distrito Federal há mais de 20 anos e utiliza nomes de terceiros para manter um patrimônio que inclui mais de 60 imóveis, oriundos de loteamentos irregulares, uma rede de postos de gasolina e uma frota de carros de luxo”, destaca a delegada da Dema, Mariana Almeida.


*Via: Metrópoles/Clipping