Image and video hosting by TinyPic

 

Image and video hosting by TinyPic

 

compartilhar

ÉPOCA DE SECURA: Governo decreta estado de emergência em Brasilia por risco de queimadas

Medida prevê compras emergenciais para combater incêndios. Alerta vale de maio a novembro.

Decreto publicado na edição desta segunda-feira (13/05/2019) do Diário Oficial, assinado pelo governador Ibaneis Rocha (MDB), estabelece estado de emergência ambiental na Grande Brasília a partir deste mês até novembro deste ano.

Com a medida, os órgãos que integram o Plano de Prevenção e Combate a Incêndios Florestais do DF, entre eles o Corpo de Bombeiros, a Defesa Civil e o Instituto Brasília Ambiental (Ibram), deverão adotar, no âmbito de suas competências, medidas necessárias para prevenir e minimizar ocorrências e efeitos dos incêndios florestais.


Com isso, essas instituições estão livres para fazer contratos emergenciais, ou seja, sem licitação, a fim de combater queimadas. Poderão, ainda, reforçar o time de servidores e aumentar a jornada de trabalho, com pagamento de horas-extras.

Reprodução/DODF

Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (INMet), o período de seca vai de maio a setembro, mas a situação tende a ser mais preocupante em junho, julho e agosto, quando quase não há registros de chuva.

O Plano de Prevenção e Combate aos Incêndios Florais foi instituído em 1996 e mobiliza diversos órgãos do governo.

Uma das finalidades principais é a manutenção do Parque Nacional de Brasília, Jardim Botânico, Águas Emendadas, Reserva Ecológica do IBGE e Fazenda Água Limpa, da Universidade de Brasília (UnB).

Bombeiros treinam para combater queimadas no Distrito Federal — Foto: Tony Winston/Agência Brasília

queimadas DF — Foto: Marcello Casal Jr/ABr

 

COMENTÁRIOS