Image and video hosting by TinyPic

 

Image and video hosting by TinyPic

 

compartilhar

MUITA ÁGUA: Temporal atingiu a Grande Brasília após 12 dias de sol; chuva pode cair até sábado, diz INMet

Chuvas provocaram estragos em diversas localidades. Na Vila Cauhy, córrego transbordou e casas ficaram alagadas.

Após 12 dias sem chover, um temporal atingiu o Distrito Federal na noite dessa quarta-feira (15). A chuva provocou estragos em Ceilândia, Samambaia, em Taguatinga e em Vicente Pires.

Na Vila Cauhy, no Núcleo Bandeirante, o córrego transbordou e algumas casas ficaram alagadas.

Um homem subiu no teto do carro em Ceilândia, no Setor O, e foi resgatado por policiais militares.

No Sol Nascente, a força da água arrastou carros.

Em Samambaia, a chuva formou uma erosão no estacionamento entre dois condomínios residenciais.

O Corpo de Bombeiros foi chamado e os moradores, orientados a retirar alguns dos carros.

Por volta das 7h desta quinta (16), uma retroescavadeira estava no local para cavar e cobrir, novamente, o buraco.

De acordo com o GDF, o procedimento de restauro deve durar toda a manhã.

Já em Vicente Pires, um trator usado nas obras de escoamento da Rua 4 ficou atolado no barro.

 

'Chove Chuva'

 

De acordo com o prognóstico do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) repassado ao G1 no dia 3 de maio, as chances de chuva seriam altas até o fim da primeira quinzena de maio.

"Geralmente, esse período chuvoso termina em maio, mas não é uma regra taxativa", explicou o meteorologista Hamilton Carvalho.

 

 

 

"Às vezes, chove até em julho."

Para esta quinta (16), sexta (17) e sábado (18), a previsão é de possibilidade de chuva com temperatura mínima de 13º C e máxima de 25º C.

A umidade relativa do ar deve variar de 95% e 50%.

 

"No domingo, a Grande Brasília deve entrar a temporada mais fria, com céu aberto, sol e a umidade em queda lenta e gradual."

 

 

Volume dos reservatórios

Barragem do Descoberto, no Distrito Federal, bate 100% e volta a transbordar — Foto: Fabiano Andrade/TV Globo

Nesta quinta (16), o nível da barragem do Descoberto estava em 100% e o reservatório de Santa Maria, em 99,3%.

O volume alto deve-se não apenas às chuvas de ontem, mas à sequência de tempestades que atingem a capital do País desde março.

Segundo o INMet, o volume das chuvas no Distrito Federal superou a média histórica por três meses consecutivos. Somente em janeiro e fevereiro, as chuvas vieram com menos força.

 

 

Fonte: *Via G1/Clipping

COMENTÁRIOS