Image and video hosting by TinyPic

 

Image and video hosting by TinyPic

 

compartilhar

"ESTÃO PROTELANDO": Candidatos do concurso para agentes penitenciários bloqueiam Eixo Monumental, no Buriti

Eles cobram celeridade no certame e fizeram um ato de manifestação. Por volta das 12h eles bloquearam 3 faixas da via N1 sentido antiga Rodoferroviária

Sindicato dos Agentes de Atividades Penitenciárias do Distrito Federal (Sindpen) afirma que cerca de 100 pessoas participaram do ato


Candidatos do concurso para agentes penitenciários bloquearam três faixas da via N1 do Eixo Monumental, em frente ao Palácio do Buriti, por volta das 12h desta terça-feira (15/3).
Eles cobram celeridade no certame.
Segundo o Sindicato dos Agentes de Atividades Penitenciárias do Distrito Federal (Sindpen), cerca de 100 pessoas participam do ato. A Polícia Militar acompanha a movimentação e tenta controlar o trânsito.


O presidente da entidade representativa da classe, Leandro Allan Vieira, explicou que é a segunda vez que a banca examinadora do edital protela as fases do processo. “O teste psicotécnico demorou três meses. O resultado era para ser publicado amanhã (16/3), mas já remarcaram para o dia 30 de março. Não lançaram nenhum cronograma do concurso até o presente momento. Isso é uma falta de organização e respeito”, reclamou.


Vieira considerou que o Governo do Distrito Federal (GDF) precisa ser atuante para cobrar mais agilidade à banca examinadora e a responsabilidade do concurso. “O sindicato apoia a comissão dos candidatos. O atraso desse certame pode gerar um prejuízo irreversível no sistema penitenciário que já está caótico”, considerou.
 

O representante da comissão dos candidatos aprovados, Leonardo Araújo Santos, disse que após a prova começaram os problemas. "Esse é um concurso que tem uma série de fases e estão tendo atrasos incomuns se comparado aos outros da mesma área. Não tem justificativa para essas prorrogações. Provas de concursos feitas depois do nosso já têm resultado. Queremos um posicionamento e transparência", alegou. 
  
A expectativa é de que a comissão seja recebida por representantes do GDF às 15h. Caso não haja nenhum resultado do encontro, eles prometem fazer uma nova manifestação nesta quarta-feira (16/3). 

De acordo com o GDF, o concurso para Agente de Atividades Penitenciárias encontra-se em andamento e prevê 200 vagas, mais 900 para formação de cadastro reserva. A avaliação psicológica – fase corrente – é a terceira e penúltima do certame. Segundo os prazos atualizados nesta segunda-feira (14), pela Fundação Universa, em seu site, esta fase se encerra em 12 de maio. Cabe lembrar que, no edital, há datas prováveis – o cronograma, nesse sentido, é passível de mudanças.  

 

 

 

Fonte: *CB - Clipping

COMENTÁRIOS