Image and video hosting by TinyPic

 

Image and video hosting by TinyPic

 

compartilhar

ESTÃO CHEIOS, MAS ECONOMIZE: Adasa define novas metas para os Reservatórios de Descoberto e Santa Maria

Atualmente, ambos os reservatórios operam com a capacidade máxima.

A Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do Distrito Federal (Adasa) divulgou nesta terça (11) a resolução que estabelece as curvas de referência do nível dos reservatórios do Descoberto e do Santa Maria, que abastecem a população da capital.

A publicação define as metas para o volume útil do reservatório ao final de cada mês, servindo de parâmetro para o monitoramento da segurança hídrica na Grande Brasília.


A meta para o volume útil do reservatório do Descoberto, que opera com a capacidade máxima desde 27 de dezembro do ano passado, é de 92% para o fim de junho.

Em agosto, período crítico de estiagem na capital federal, o volume cai para 69% e é previsto em 64% em dezembro.

Adasa define novas metas para os reservatórios de Descoberto e Santa Maria

Já no reservatório do Santa Maria, que está com capacidade máxima desde 19 de maio deste ano, a previsão é de 96% para junho, 83% em agosto, 69% em outubro e novembro e 72% em dezembro.

Se as expectativas publicadas pela Adasa se confirmarem, a Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb) poderá aumentar a captação de água em setembro e outubro.


As outorgas de direito de uso dos recursos hídricos a montante do reservatório do Descoberto só serão autorizadas para as finalidades de irrigação e piscicultura, em áreas já utilizadas para essas atividades.

 

COMENTÁRIOS