compartilhar

FIM DE SEMANA VIOLENTO: Mulher morre e outras duas ficam feridas após serem esfaqueadas por homens

Casos ocorreram durante fim de semana. Em Planaltina, moradora de rua foi atacada durante discussão em bar e não resistiu aos ferimentos.

Duas mulheres ficaram feriadas e uma morreu após serem esfaqueadas por homens neste fim de semana na Grande Brasília. Os casos ocorreram entre sábado (22) e domingo (23) em diferentes localidades do Distrito Federal.

Nos dois primeiros, os agressores eram os respectivos companheiros das vítimas, e os crimes foram registrados como feminicídio pela Polícia Civil.

 

Já o último foi interpretado como homicídio pela corporação.

Tentativas de feminicídioFaca usada por homem de 69 anos para matar moradora de rua após discussão em bar em Planaltina, no DF — Foto: TV Globo/Reprodução

 

Na tarde de sábado (22), uma mulher de 40 anos foi esfaqueada pelo companheiro, de 45 anos, em uma zona rural de Brazlândia.

A vítima foi golpeada cerca de 16 vezes na região do tórax e levada ao hospital público da região, onde passou por cirurgia.

Segundo a polícia, o casal estava em processo de separação e o agressor suspeitava que a mulher "tivesse um caso" com outro homem. Ele se matou após cometer o crime.


No dia seguinte, durante a madrugada, uma mulher de 29 anos foi esfaqueada no pescoço pelo companheiro, de 36 anos, durante uma festa na casa da irmã dela, em Águas Claras.

A vítima foi encaminhada ao Hospital Regional de Taguatinga (HRT).

De acordo com a polícia, durante o evento, "o companheiro dela havia ficado com ciúmes e falado que iria matá-la". O agressor foi preso em flagrante.

HomicídioPolícia Civil faz perícia em bar em Planaltina, no DF, onde mulher morreu após ser esfaqueada por homem de 69 anos  — Foto: TV Globo/Reprodução

 

Segundo o delegado Thiago Paixão da Silva, que investiga o caso, os dois já se conheciam e tinham discutido horas antes na casa do agressor.

"Na discussão, ela deu um tapa na cara dele e foi embora. Depois, ele se dirigiu ao bar, ingeriu um pouco de bebida alcoólica e ela chegou. Isso tudo no mesmo dia e num curto período de tempo. No bar, eles discutiram novamente e a discussão resultou em facada."

A vítima era moradora de rua e, de acordo com a polícia, fazia trabalhos informais para o dono do bar. O agressor foi preso em flagrante – ele tinha passagem pela polícia por homicídio.

 

Fonte: *Via G1/Clipping

COMENTÁRIOS