compartilhar

DESAVENÇAS: Após ter convite desmentido, deputado Miranda (DEM-DF) dispara contra integrantes do PSL

Eleito pelo Democratas, o youtuber reafirmou ter sido sondado pela sigla, mas ponderou: "Somente seria opção com existência de harmonia interna"

O suposto convite para que o deputado federal Luís Miranda (DEM-DF) ingressasse nas fileiras do PSL causou incômodo em integrantes do partido de Jair Bolsonaro.

A primeira reação foi do deputado Eduardo Bolsonaro (SP).

Em seguida, a presidente do PSL-DF, deputada Bia Kicis, também rechaçou a possibilidade. Ambos criticam o youtuber pelos ataques ao ministro da Economia, Paulo Guedes, e ao ideólogo Olavo de Carvalho, guru do clã Bolsonaro.

“Não sei se de fato o deputado foi convidado, mas já adianto: por mim, não seria bem-vindo. A arrogância com a qual fez questão de gravar vídeo destratando Paulo Guedes, as palavras dirigidas a Olavo de Carvalho e o apoio a Ciro, em 2018, denotam não ser um parlamentar alinhado”, escreveu o filho de Bolsonaro em sua conta pessoal no Twitter. O suposto convite foi noticiado pela revista Crusoé.


Bia Kicis também usou as redes sociais para desmotivar o ingresso de Miranda no partido. “Passando para desmentir essa história de convite do PSL ao deputado Luís Miranda. Sou a Presidente do PSL no Distrito Federal e qualquer convite teria que passar por mim”, garantiu.

Questionado, Luís Miranda reforçou ter recebido a investida para que mudasse de legenda para fortalecer a bancada de apoio a Jair Bolsonaro no Congresso Nacional. No entanto, afirmou não ter interesse em sair do partido pelo qual foi eleito.

“Membros do PSL constantemente me convidam para o partido, mas sempre em um tom amigável e sem propostas imorais, talvez porque entendam que meu objetivo é unir forças para fazer com que meus projetos de um Brasil melhor possam acontecer. Estou muito bem no Democratas, legenda que me acolheu e tem uma conexão com aquilo que defendo, razão pela qual não tenho nenhum interesse em sair”, disse o parlamentar.

Harmonia

O congressista aproveitou para alfinetar os integrantes do PSL pelas constantes desavenças internas entre correligionários. “Sou grato pelos convites, ainda mais em um momento em que nossas ações geram respostas positivas da sociedade. Porém, ainda que eu não estivesse bem em meu partido, qualquer outro somente seria uma opção com a existência de harmonia interna.”

E continuou: “Não vou retrucar mensagens falsas ou falas que não possuam dados verídicos, apenas afirmo aos meus eleitores que estamos em sintonia com o progresso da nossa nação, doa a quem doer. Entendo que parte disso é devido ao fato de alguns interlocutores se preocuparem mais com postagens do que com o diálogo com o parlamento”.

Veja as publicações:

Eduardo Bolsonaro

 

Bia Kicis

 

A resposta de Luís Miranda

 

 

 

Fonte: *Via JanelaIndiscreta/Metropole/Clipping

COMENTÁRIOS