compartilhar

FRAUDE NA PROMOÇÃO GOL-BRAHMA: Passagens promocionais da empresa aérea foram vendidas para agências

Muitos brasilienses também tentaram participar sem a mínima chance de conseguir...

De acordo com o Procon-SP, cerca de metade da passagens aéreas vendidas pela Gol na última terça-feira (18) foram para agências de turismo e viagem.

 

Dos 167 bilhetes vendidos, 89 deles foram comprados por empresas do ramo, como o ViajaNet, que comprou 32 passagens, e a CVC, que comprou 24.

A empresa havia feito parceria com a Brahma para vender tíquetes por R$ 3,90, sem incluir taxa de embarque, para alguns países participantes da Copa América de 2019.

A ação de vendas ocorreu durante a partida entre Brasil e Venezuela. 

“O Procon-SP entende que a companhia aérea deveria ter implementado medidas que assegurassem que a promoção ficasse restrita ao consumidor final, que tem sua vulnerabilidade reconhecida pela lei”, diz o Procon, por meio de nota. Para eles, “os fornecedores possuem recursos tecnológicos e estrutura que podem facilitar o acesso ao procedimento de compra durante a promoção.”

Resultado de imagem para passagens promocionais da Gol-brahma

De acordo com a entidade, a Gol informou que as vendas aconteceram das 21h33 às 22h25.

 

“Chama a atenção o fato de muitos consumidores terem ligado 21h30 e não terem conseguido efetuar a compra, sendo que outros fizeram a compra às 22h25.” A empresa havia informado, também a venda de apenas 140 bilhetes, mas 167 foram vendidos em menos de uma hora de promoção. 

 

O Procon informa que “a equipe de fiscalização conduzirá uma apuração mais aprofundada e adotará medidas e sanções com base no Código de Defesa do Consumidor.” Procurada pela Folhapress, a Gol não ainda não se pronunciou.

Resultado de imagem para Fraude: passagens promocionais da Gol foram vendidas para agências

 

COMENTÁRIOS