compartilhar

ESTATÍSTICA: Número de mortes no trânsito de Brasília cai 14,2 por cento no primeiro semestre

No geral, 24 vidas foram preservadas no Distrito Federal. Em relação aos ciclistas, houve uma redução de 23% na quantidade de óbitos

Dados preliminares da Gerência de Estatísticas do Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran), o primeiro semestre de 2019 registrou uma queda de 14,2% no número de mortes no trânsito em relação ao mesmo período do ano passado.


De janeiro a junho deste ano, a Grande Brasília registrou 144 vítimas fatais em acidentes de trânsito, no mesmo período de 2018 foram 168.

O mês de junho registrou 22 mortes no trânsito, esse foi o segundo menor número para o mês desde 2000, quando teve início o levantamento, ficando atrás apenas de junho de 2018 quando ocorreram 21 óbitos.


Ciclistas e pedestres

O levantamento do Detran indica que, no primeiro semestre deste ano 10 ciclistas morreram em acidentes de trânsito.

 

Em comparação com o ano anterior, quando ocorreram 13 óbitos, houve uma redução de 23%.

Também ocorreu a diminuição no número de pedestres mortos. De janeiro a junho de 2019, foram registrados 55 pedestres mortos no trânsito da capital federal, 18% a menos que no mesmo período do ano passado quando foram registradas 67 vítimas fatais.


O Departamento de Trânsito tem promovido campanhas publicitárias nos meios de comunicação e ações educativas em vias públicas, escolas, bares e eventos culturais para conscientizar pedestres, ciclistas e condutores sobre a importância de estar atento às normas de trânsito.

A Diretoria de Educação do Detran também tem realizado cursos de capacitação sobre vários temas relacionados ao trânsito.


Além disso, com a intenção de reduzir o número de acidentes, a fiscalização do Detran, em parceria com o Batalhão de Trânsito da Polícia Militar, tem promovido diversas ações para coibir infrações, principalmente a condução de veículo após o consumo de bebida alcoólica.

 

COMENTÁRIOS