compartilhar

SUSTO NO AR: Médico de Brasília socorre copiloto que passou mal a bordo de avião

Rafael de Mello é clínico geral e viajava a passeio para São Paulo. Tripulante foi levado para hospital após pouso e passa bem, diz companhia aérea.

Formado há cinco anos, o médico Rafael de Mello, 30, leva na bagagem a experiência de quem já fez mais de dez atendimentos de emergências a passageiros a bordo de aviões.

O caso mais recente ocorreu nessa terça-feira (9), quando ele socorreu um copiloto de uma aeronave da Latam que passou mal.

O tripulante passou mal após a decolagem, às 18h05, e precisou receber os primeiros socorros ainda nas alturas.

 

O incidente foi nessa terça-feira (9), no trajeto do aeroporto de Salvador a Guarulhos, em São Paulo.

Ao G1, o médico contou que é clínico geral e trabalha em um hospital particular de Brasília. Mello estava em uma viagem a passeio com a mulher. Durante o voo, ele foi informado de que um ocupante do avião precisava de atendimento de emergência.

"Assim que o avião decolou, teve uma emergência a bordo e perguntaram se haveria algum médico para fazer o atendimento voluntário. Me prontifiquei e, enquanto isso, o comandante retornou para Salvador", lembra Mello.


 

Susto na cabine

Ao chegar ao solo, uma hora depois da decolagem, o copiloto foi levado para um hospital na Bahia. Até as 10h desta quarta (10), a Latam não tinha informado o estado de saúde do funcionário.

Em nota, a companhia disse, no entanto, que o tripulante "recebeu o atendimento necessário e passa bem". O comunicado cita ainda que a segurança do voo não foi afetada.

"A companhia esclarece que prestou a assistência necessária aos passageiros. Reitera, ainda, que a segurança é um valor imprescindível e, sobretudo, todas as suas ações visam garantir uma operação segura."

 

Outro caso

 

No último domingo (7), o piloto de um avião bimotor King Air C90A morreu durante um voo entre a Bahia e São Paulo. O copiloto teve de assumir o comando da aeronave e fazer um pouso de emergência em Campo Grande. A causa da morte ainda não foi informada.

Matheus Pasquotti (à esquerda) homenageou com postagem no Facebook o amigo Benedito Fernando Ricci (à direita), que morreu durante o voo, neste sábado — Foto: Reprodução/Facebook
Matheus Pasquotti (à esquerda) homenageou com postagem no Facebook o amigo Benedito Fernando Ricci (à direita), que morreu durante o voo, neste sábado 

A aeronave é de uma empresa agropecuária que possui propriedades em Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e São Paulo. O piloto, Benedito Fernando Ricci, de 59 anos, e o copiloto, Matheus Pasquotti, transportavam um passageiro.

Segundo a Infraero, o voo seguia de Barreiras, na Bahia, para Americana, em São Paulo. No meio do trajeto, Benedito passou mal e desmaiou. Quando a aeronave pousou, Benedito já estava morto.


Pasquotti assumiu o comando da aeronave e, após pedir autorização à Infraero e comunicar o ocorrido, fez um pouso de emergência em Campo Grande.

 

Fonte: *Via G1/Clipping

COMENTÁRIOS