compartilhar

A CHUVARADA CHEGOU: Após transtornos, INMet faz novo alerta para chuva intensa no Distrito Federal

O último balanço da Defesa Civil aponta que há pelo menos 41 áreas de risco na Grande Brasília, em um total de 5.367 residências vulneráveis

Bastou uma chuva mais pesada para os brasilienses enfrentarem os primeiros transtornos, com inundações e desabamentos.

Nessa segunda-feira, moradores de Águas Claras, Arniqueira e Ceilândia, entre outras regiões, enfrentaram contratempos.


Teve até queda de granizo. Na madrugada desta terça-feira, a chuva alagou pistas. 

Acidentes travam o trânsito pela manhã.

O Instituto Nacional de Meteorologia (INMet) emitiu aviso de chuvas intensas para esta terça-feira no Distrito Federal.

 

De acordo com o órgão, o Distrito Federal deve registrar de 20 a 30 milímetros (mm/h), e pode chegar a 50mm/dia.

O alerta do INMet também ressalta a possibilidade de ventos intensos, de até 60km/h. O aviso vale até as 23h59 de terça.

 

As instruções são para que, em caso de rajadas de vento, as pessoas não se abriguem debaixo de árvores, pois há leve risco de queda e descargas elétricas. Também não é recomendado que se estacione veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda.

 

É necessário evitar usar aparelhos eletrônicos ligados à tomada. Em caso de riscos, as pessoas devem acionar a Defesa Civil (199) e o Corpo de Bombeiros (193).

Transtornos

Segundo o último balanço da Secretaria de Segurança Pública, de 2018, há 41 áreas de risco existentes em 19 cidades-satélites mapeadas pela Defesa Civil, em um total de 5.367 residências vulneráveis.

Nessa segunda-feira, a chuva forte provocou a queda do forro de gesso de uma casa na Quadra 703, no Sol Nascente, em Ceilândia.

Um adolescente de 15 anos foi atingido pela estrutura que desabou e precisou ser encaminhado para o Hospital Regional de Ceilândia (HRC).

 

Segundo o Corpo de Bombeiros, a calha da residência não conseguiu drenar toda a água que caiu durante o temporal, o forro de gesso alagou e cedeu.

Nas redes sociais, moradores de Águas Claras postaram fotos e vídeos do aguaceiro nas imediações.

Em poucos minutos, as ruas da cidade foram tomadas pela água. Houve registro de ventos fortes que derrubaram até placas de metal em obras.

Confira vídeos da chuva:

Em Taguatinga Sul, o fotógrafo do Metrópoles Myke Sena registrou chuva de granizo.

Também em Ceilândia, a ventania derrubou uma árvore no Setor P Sul. A árvore foi retirada do local minutos depois pela Administração da região.

Passageiros do metrô levaram um susto após estações e trens ficarem às escuras, também nessa segunda. Usuários relataram que o corte de energia teria ocorrido logo após a queda de um raio na estação de Ceilândia Centro.

No entanto, quem passava pela Asa Sul e por Águas Claras também relatou interrupção na operação.

De acordo com a Companhia do Metropolitano (Metrô-DF), descargas elétricas na região de Ceilândia provocaram falha de sinalização, ou seja, comunicação entre os trens, a via e o centro de controle.

Previsão

A temperatura mínima registrada nesta manhã foi de 18ºC, por volta das 6h. A máxima pode chegar a 34ºC, às 15h.

A umidade relativa do ar vai variar entre 35% e 95%.

“O tempo fica nublado a parcialmente nublado com condição de pancadas e trovoadas em todo o Distrito Federal. A chance de chuva é maior na parte da tarde”, disse o meteorologista Olívio Bahia.

Até o momento, o Inmet registrou em outubro 10mm de chuva na capital da República. A média para o mês é de 160mm. “As precipitações ainda estão muito pontuais. Como o mês está iniciando, esperamos até o dia 31 chegar ao esperado”, acrescentou Bahia.

 

Fonte: *Via Metropole/Clipping

COMENTÁRIOS