compartilhar

POLICIAL GENÉRICO: Criminoso se disfarçava de policial civil para assaltar no Distrito Federal

Suspeito preso pela Polícia Civil integra grupo que roubava estabelecimentos, residências e ainda zombava em vídeos: "Descendo para pista"

A Polícia Civil de Brasília prendeu o sexto integrante da organização criminosa que se passava por policiais civis para roubar estabelecimentos comerciais e residências na Grande Brasília.

 

Wender Pereira Coimbra Júnior, 19 anos, era o único membro do bando que continuava foragido.

Ele foi detido em Samambaia, duas semanas após a Coordenação de Repressão a Crimes Patrimoniais (Corpatri) deflagrar operação para desmontar parte da quadrilha.

No último mês, a Polícia Civil prendeu cinco dos suspeitos.

 

Um dos detidos na ação batizada de Fausse Police é Matheus Lopes Gadelha, 21 anos.

 

Na residência dele, foram encontrados fotos e vídeos de camisetas e insígnias da corporação, além de um revólver calibre.38, um simulacro de pistola e 60 comprimidos de ecstasy.

A quadrilha começou a ser desarticulada com a detenção, por homicídio, de Matheus, feita pela 11ª Delegacia de Polícia (Núcleo Bandeirante), que, por sua vez, acionou a Corpatri. 

 

A especializada identificou e prendeu outros quatro membros do grupo: Rodrigo dos Santos de Holanda, 34 anos; Amanda Cristiana Aguiar Lopes, 21 (foto acima); Diego Jacobina Oliveira, 21; e Diego Ângelo Silva Martins, 27.

O único foragido, até então, era Wender. Detalhes sobre sua prisão não foram revelados.

Fotos e vídeos nos celulares dos suspeitos mostram alguns integrantes do bando ostentando armas, notas de dinheiro e vestidos com camisetas da Polícia Civil.

 

Há também imagens de roubos cometidos por eles. Em uma das gravações, eles aparecem mascarados e empunhando pistolas, dizendo que estavam “descendo para pista”. Segundo os investigadores, trata-se de uma gíria para indicar assalto.

Veja:

 

 

 

 

Fonte: *Via Metropole/Clipping

COMENTÁRIOS