compartilhar

NA ASA SUL: Polícia faz a maior apreensão de óleo de maconha já registrada em Brasília

Suspeito operava laboratório no apartamento onde morava com a avó. Policiais prenderam um acusado; chefe do esquema continua foragido.

"Eu tenho 17 anos de Polícia Civil e nunca vi nada parecido. Apreender essa quantidade de droga, em um laboratório bem equipado, numa região nobre como a Asa Sul, foi a primeira vez" - Luiz Alexandre Gratão, delegado da 1ª DP.


A Polícia Civil apreendeu nesta segunda-feira (4), na SQS 308 Sul, em, Brasília, 115 quilos de maconha e 38 litros de óleo de maconha, a maior apreensão deste derivado da droga já registrada no Distrito Federal.

 

 

Um homem de 39 anos foi preso enquanto saía do estacionamento do prédio residencial em uma caminhonete. O homem apontado como chefe do esquema, que morava no apartamento de quatro quartos com a avó de 88 anos, continua foragido.


O óleo tem grande concentração de THC, princípio ativo da maconha, e potencializa em até dez vezes os efeitos da droga fumada. Usuários misturam o óleo com o cigarro de maconha ou mesmo com o de tabaco, pois ele não exala o cheiro característico da droga. Outras formas de consumo são em cachimbo e narguilé, segundo a polícia.


De acordo com o delegado da 1ª DP, que chefiou as investigações, Luiz Alexandre Gratão, o suspeito utilizava um dos quartos como laboratório para o processamento do óleo.

 

“Ele foi cuidadoso, fez o isolamento acústico para abafar o som dos liquidificadores de alta potência que eles utilizavam na fabricação da droga. Eles também devem ter tomado alguma providência para disfarçar o cheiro forte, mas ainda estamos apurando quais eram”, relata o delegado.


A polícia vinha investigando os suspeitos há mais de um mês, a partir de denúncias anônimas. “Eu tenho 17 anos de Polícia Civil e nunca vi nada parecido. Apreender essa quantidade de droga, em um laboratório bem equipado, numa região nobre como a Asa Sul, foi a primeira vez”, afirmou o delegado.



Risco de explosão
Segundo Gratão, os suspeitos de tráfico armazenavam produtos químicos e inflamáveis de maneira inadequada no quarto do apartamento. Os policiais também apreenderam grande quantidade de álcool, acetona e gás butano, usado no processamento do óleo de maconha.



O processo de extração incluía a transformação da erva em pó e a decantação que separava o óleo do subproduto, que também era vendido a menor custo para que fosse misturada à planta processada, para a montagem de tijolos de maconha.

Drogas apreendidas na 308 Sul, na manhã desta segunda-feira (4) (Foto: Fernando Caixeta)Drogas apreendidas na 308 Sul, na manhã desta segunda-feira (4)



O homem foragido já foi preso em 2008 por associação para o tráfico e tráfico de drogas. Tanto ele quanto o comparsa, que já está preso, responderão por associação para o tráfico e tráfico de drogas, com pena que varia de 5 a 15 anos de prisão.

Todo o material apreendido foi encaminhado para perícia no Departamento de Polícia Especializada (DPE).

 

Fonte: *G1 - Clipping

COMENTÁRIOS