compartilhar

CAMPANHA: Vacinação contra vírus H1N1 começa nesta segunda nos postos de saúde

Início vale para crianças, grávidas, mães recentes e trabalhadores de saúde. Para idosos e pacientes 'especiais', campanha gratuita começa no dia 30.

A Secretaria de Saúde do Distrito Federal começa nesta segunda-feira (18) a vacinar parte dos integrantes de grupos de risco contra o vírus H1N1.

 

Serão imunizados trabalhadores da Saúde, gestantes, mães há menos de 45 dias e crianças menores de 5 anos.


Nesta primeira fase, a meta da pasta é incluir 295 mil pessoas na vacinação. Até a última quarta (13), a secretaria informava já ter recebido 260,7 mil doses do produto.


Até o fim da campanha, serão 620 mil doses e 609 mil pessoas imunizadas, segundo previsões da pasta. A Grande Brasília tem, ao todo, 2,9 milhões de habitantes. A vacina protege contra três tipos: H1N1, H3N2 e influenza B (caso mais agudo da doença).


A partir do dia 30, também devem ser vacinadas pessoas com mais de 60 anos, povos indígenas, população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional e pessoas com doenças crônicas não transmissíveis ou com outras condições clínicas especiais, de acordo com a Subsecretaria de Vigilância à Saúde.

O dia 30 era a data prevista para todas as fases de vacinação, mas o GDF optou por antecipar parte da campanha porque recebeu os lotes antes do esperado e porque a capital está em "estado de alerta" em relação à doença. Três pessoas morreram em decorrência do vírus H1N1 desde o início do ano na capital federal.


Rede privada
Quem não se encaixa nos grupos listados terá que recorrer à rede privada para conseguir uma dose da vacina. O produto custa R$ 120 na maioria dos laboratórios, mas as filas são grandes e os estoques têm sido insuficientes para atender à demanda.

 

COMENTÁRIOS