compartilhar

HOSPITAL DA CRIANÇA: Já dura 4 anos construção do Bloco II, que deverá ficar pronto só no fim do ano

Iniciadas na gestão do ex-governador Agnelo Queiroz, o material utilizado para a montagem do hospital veio em contêineres dos Estados Unidos em 2013.

Ainda não foi concluída a obra do Bloco II do Hospital da Criança de Brasília José Alencar (HCB), localizado no Setor de Áreas Isoladas Norte, iniciada no final de 2012.

 

A Secretaria de Saúde do Distrito Federal é responsável pela montagem do espaço físico, e por entregar a estrutura para o Instituto do Câncer Infantil e Pediatria Especializada (ICIPE), a entidade encarregada pela gestão do hospital.


Iniciadas na gestão do ex-governador Agnelo Queiroz, o material utilizado para a montagem do hospital veio em contêineres dos Estados Unidos em 2013.

 

A previsão inicial de entrega era dezembro do mesmo ano. Paralisadas, as obras só foram retomadas em setembro de 2015, depois que o governador Rodrigo Rollemberg assinou o alvará de construção, liberando R$ 39 milhões em recursos para a finalização da obra.


O plano de construção do HCB foi previsto em duas fases. O bloco I, atualmente em funcionamento, foi construído pela Associação Brasileira de Assistência às Famílias de Crianças Portadoras de Câncer e Hemopatias (Abrace). Foi inaugurado em 2011, ao custo de R$ 15 milhões.


De acordo com o HCB, o objetivo da unidade é promover assistência à saúde, mediante a prestação de serviços hospitalares e ambulatoriais, com ênfase também no desenvolvimento de ensino e pesquisa.

 

Ainda de acordo com o Hospital, a estrutura física atual é composta por 7 mil m² de área construída, 30 consultórios médicos e 22 leitos de internação.


RESPOSTA – Conforme a Secretária de Saúde do GDF, “as obras sofreram atraso por causa das irregularidades no terreno como, por exemplo, aterro de declives”, afirmou. Com nova previsão de entrega para o fim deste ano, a Secretaria considera que as obras estão dentro do cronograma levando-se em conta que a retomada das obras foi em setembro de 2015. No total, o bloco II teve investimento de R$ 82 milhões do Governo de Brasília e US$10,5 milhões da Organização Mundial da Família.


O hospital passará a ter 202 leitos, sendo 20 somente para UTI. Ainda de acordo com o HCB, quando totalmente concluído, o hospital terá capacidade para realizar mais de 300 mil atendimentos por ano.

 

Fonte: *Do Alô - Clipping

COMENTÁRIOS