Image and video hosting by TinyPic

 

Image and video hosting by TinyPic

 

compartilhar

CAIXA DE PANDORA: Durval Barbosa é ouvido em mais um processo da operação que desmantelou "Mensalão do Dem"

Denuncia contra o ex-governador José Roberto Arruda, entre outros, ocorreu em 2009

O juiz da 7ª Vara Criminal de Brasília ouviu na tarde desta sexta-feira, 6/5, o depoimento de Durval Rodrigues Barbosa em mais um processo derivado da operação Caixa de Pandora, episódio também conhecido como Mensalão do DEM.

 

 

São réus neste processo: José Roberto Arruda, Paulo Octávio; José Geraldo Maciel; Marcelo Carvalho de Oliveira; Ricardo Pinheiro Penna; Roberto Eduardo Ventura Giffoni e Gilberto Batista de Lucena. 

 

Os acusados respondem por crimes contra a administração pública decorrente da cobrança de propina de empresas contratadas pelo GDF, no então governo de José Roberto Arruda.

 

A delação do esquema criminoso foi feita por Durval Barbosa ao Ministério Público e à Polícia Federal, na Operação denominada Caixa de Pandora.

 

O processo em questão apura a atuação no esquema da empresa Linknet Tecnologia, administrada pelo réu Gilberto Batista Lucena, bem como da destinação do volumoso montante supostamente pago por ela a título de propina.

img1.jpg

 

Segundo o delator, a cobrança do "pedágio" era realizada sistematicamente em contratos de emergência e em faturas de "reconhecimento de dívida".

 

Quase todos os serviços prestados pelas empresas participantes do conluio eram superfaturados, já prevendo o pagamento do percentual de 10% para o esquema. 

Processo: 51777-6

img2.jpg

 

COMENTÁRIOS