compartilhar

FEBRE AFTOSA: Bois e búfalos devem ser vacinados contra a doença até 31 de maio

Produtores precisam adquirir as ampolas em lojas conveniadas. Secretaria da Agricultura é responsável pela fiscalização

A campanha de vacinação contra a febre aftosa vai até 31 de maio no Distrito Federal. Até lá, toda a população de bovinos e bubalinos (búfalos) — cerca de 97 mil cabeças — deve receber a dose.

 

 

A imunização é fundamental para evitar perdas na produção, uma vez que a doença se dissemina com facilidade entre o rebanho e leva ao enfraquecimento e à perda de peso dos animais.Técnicos da Secretaria da Agricultura acompanham vacinação em Planaltina

 

O produtor que não aderir à medida ou atrasar a entrega dos comprovantes de aplicação da vacina fica sujeito a multa. O prazo para envio da documentação à Secretaria da Agricultura, Abastecimento e Desenvolvimento Rural é 15 de junho.


As ampolas são adquiridas em lojas agropecuárias conveniadas com o governo. Técnicos da secretaria fiscalizam a conservação das vacinas nos estabelecimentos, que devem ser armazenadas em temperatura de 2 a 8 graus.

 

Essa refrigeração precisa ser mantida no momento de aplicá-las, por isso, recomenda-se levar os frascos para o campo em uma caixa de isopor com gelo. "A vacinação é a forma mais eficaz de evitar o aparecimento da doença", afirma o gerente de Saúde Animal da pasta, Vinícius Campos.


Em Planaltina, as 79 cabeças de gado da propriedade de Marlus Koch, de 31 anos, já foram vacinadas. Ele mantém o rebanho jovem para a prática esportiva em provas de laço e tambor. "Esta é a segunda campanha da qual participamos. Começamos a criação de bovinos há pouco mais de um ano", conta. Para Kock, a imunização é uma forma de garantia para continuar na atividade. "Vale a pena. Não só pela obrigatoriedade, mas porque precisamos dos animais saudáveis para os treinos."


Ao completar a vacinação, o produtor deve apresentar à Secretaria da Agricultura formulário preenchido e assinado com informações sobre quantia e idade dos animais. A nota fiscal de compra das ampolas também é de envio obrigatório. Caso a documentação não seja remetida à secretaria até 15 de junho, aplicam-se penalidades previstas no Decreto nº 36.589, de 2015. As multas são por propriedade e por cabeça de gado. Em novembro, ocorre a segunda etapa da campanha, apenas para bovinos e búfalos com até 24 meses de idade.

Combate a Febre Aftosa AgenciaBrasilia

Taxa de imunização
Desde 1993, Brasília é território livre de febre aftosa. Essa situação só é possível em razão da ampla cobertura da vacinação: mais de 80% de vacas, bois e búfalos daqui são imunizados. O vírus causador pertence ao gênero Aphtovirus, da família Picornaviridae, e atinge animais do casco fendido. Ele se espalha facilmente pelo ar, em um raio de até 20 quilômetros. Causa febre e leva ao aparecimento de feridas na boca, nas glândulas mamárias e no casco.

 

Com o incômodo, os animais deixam de se alimentar e enfraquecem. A enfermidade também faz com que eles salivem em exagero e manquem. Apesar de não matar, a febre aftosa representa muitos prejuízos à produção agropecuária e resulta no impedimento da exportação da carne.


Acompanhamento
Em locais com maior risco de aparecimento do vírus, equipes da Secretaria da Agricultura fazem a vacinação assistida.

 

É o caso de propriedades à margem de rodovias, próximo a abatedouros ou nas quais o produtor também tenha criação em outras unidades federativas. No Distrito FEderal, pelo menos 20 propriedades, das 800 registradas, se encaixam nessa categoria.


O procedimento é ainda uma forma de controle de outras zoonoses. "Também fazemos a vigilância ativa, na qual avaliamos os animais por amostragem. Sorteamos alguns para olhar a boca e os cascos. Se virmos algo de diferente neles, coletamos o material e levamos para a análise em laboratório", explica o responsável pelo Núcleo de Defesa Agropecuária da pasta em Planaltina, Marcelo Atta.


Campanha de vacinação contra a febre aftosa
Até 31 de maio (terça-feira)
Entrega de comprovantes até 15 de junho (quarta-feira)

 

COMENTÁRIOS