compartilhar

FESTA DO DIVINO: Milhares de pessoas no último dia da celebração em Planaltina

Em Planaltina, a festa para louvar o Divino Espírito Santo é intensa. Às 8h30 da manhã deste domingo (15), foliões se encontraram em uma casa na rua Coronel João Quirino para um café da manhã comunitário, com bolo, biscoito, pão de queijo e comidas típicas.

 

O aposentado João de Souza Lima, de 60 anos, abre as portas de sua residência voluntariamente para os fiéis há 20 anos. Para ele, a festa representa a integração das comunidades urbana e rural.


 

O anfitrião não consegue estimar a quantidade de pessoas no ambiente. Ele não calcula previamente o número de visitantes no domingo de Pentecostes. "Aqui a gente compra comida é para sobrar."

Lima é morador de Planaltina desde 1957 e foi ajudante de pedreiro na construção da nova capital. O café que monta é com o dinheiro da aposentadoria e de doações que recebe de outras pessoas.


A concentração em frente à casa da família Souza Lima teve início às 7 horas. De pouquinho em pouquinho, as pessoas se aglomeraram no portão para dar sequência à cerimônia religiosa. De acordo com organizadores, cerca de 800 fiéis participaram do encontro.


Às 7h43, uma caixa de som foi ligada para que os sinos soassem. As badaladas estavam gravadas e puderam ser reproduzidas para os moradores que estavam na rua.

 

Ainda teve um período de agradecimentos aos participantes da folia. Para organizar a multidão, seis policiais militares estiveram na rua Coronel João Quirino até a abertura do portão, às 8h15.

 

 

O governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg, participou de toda a cerimônia. Religioso, esta é a 14ª edição da festa que participa.

Acompanharam o chefe do Executivo local hoje o secretário do Trabalho, Desenvolvimento Social, Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos, Joe Valle; o diretor-presidente interino da Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap), Júlio Menegotto; e o deputado distrital Cláudio Abrantes (Rede).

Tradição
Como de costume, os primeiros a entrar na casa são os responsáveis pela Folia da Roça deste ano ou, como são chamados, os alferes. Os líderes da folia de 2016 foram Jalles Guimarães, que carregava a bandeira, e Gisele Gratão, com uma imagem de Nossa Senhora Aparecida.


Ao entrar na residência, o grupo se concentra em uma espécie de altar onde são desejadas graças e dedicadas rezas aos participantes. Só após o momento de orações que o café da manhã é servido. Depois da refeição, os foliões foram para a Igreja Matriz São Sebastião, na avenida Marechal Deodoro, onde foi celebrada uma missa. A celebração tradicional da igreja católica em Planaltina se encerra à noite, com a missa de Pentecostes, às 20 horas.


O governador participou ainda do almoço tradicional da Festa do Divino Espírito Santo no domingo de Pentecostes, em Planaltina. Segundo a Polícia Militar, a refeição foi servida para cerca de 1,9 mil pessoas que, antes, receberam a bandeira da Folia do Roça e a comitiva de 300 cavaleiros com festa. Fiéis faziam questão de segurar o símbolo e fazer pedidos e orações.


O chefe do Executivo local já havia prestigiado neste domingo outro almoço com fiéis, no Ministério Avivando as Nações, com outras 4 mil pessoas. Antes de chegar à Praça São Sebastião para se encontrar com os foliões da roça, Rollemberg visitou uma casa em que estava sendo oferecido lanche para os religiosos que participam da festa.

História
Considerada patrimônio cultural imaterial do DF, pelo Decreto nº 34.370, de 17 de maio de 2013, a Festa do Divino Espírito Santo é realizada há 156 anos.

 

Ela recorda a descida do Espírito Santo sobre os 12 apóstolos de Jesus Cristo, em Pentecostes, sete semanas depois da Páscoa. Segundo a Administração Regional de Planaltina, é a segunda maior celebração local da Igreja Católica — atrás apenas da Via-Sacra do Morro da Capelinha. Em 2015, recebeu 12 mil fiéis.

Participam sete paróquias (Divino Espírito Santo, Nossa Senhora Aparecida, Nossa Senhora de Nazaré, Santa Luzia, Santa Rita de Cássia, São Sebastião e São Vicente de Paula) e cincFiéis se reúnem para o último dia da Festa do Divinoo capelas de Planaltina (Nossa Senhora de Fátima, Nossa Senhora da Conceição, Santa Teresinha, Santo Agostinho e São Leonardo Murialdo).

 

COMENTÁRIOS