Image and video hosting by TinyPic

 

Image and video hosting by TinyPic

 

compartilhar

APP DA MARMITEX: Engenheiros brasilienses criam aplicativo para facilitar a venda de marmitas

Por enquanto, estão registrados fornecedores que ficam no campus da UnB na Asa Norte. Serviço de delivery será implementado no futuro

Com a intenção de facilitar a vida de quem almoça fora de casa, quatro engenheiros da computação resolveram criar um aplicativo que permite que as pessoas peçam marmitas.

 

Com o "Cheffz", lançado este mês, pequenos empresários do ramo alimentício também conseguem concentrar os seus pedidos e atender às demandas.


A ideia de Tiago Medeiros, Luis Felipe Taveira, João Gonçalves e Breno Camargos começou a ser implementada pelo campus Darcy Ribeiro da Universidade de Brasília (UnB), na Asa Norte, onde os sócios perceberam que havia uma movimentação de vendedores. O local, que já conta com várias opções gastronômicas, ganhou novas alternativas nesta semana.


 

Dez fornecedores estão cadastrados e vendem alimentos no endereço por meio do aplicativo. A oferta vai de marmitas e almoços a doces artesanais e salgados congelados.


“Eu e o João (Gonçalves) estávamos em busca de um lugar que entregasse um almoço bom e barato e tivemos a primeira ideia do aplicativo. Comecei a desenvolver um protótipo e pesquisamos para ver se teria demanda, se os vendedores teriam interesse em participar…”, contou Luis Felipe, de 23 anos, ao Metrópoles. E o projeto teve adesão. Com dois dias no ar, a plataforma já tinha mais de 250 usuários cadastrados.

REPRODUÇÃO

Reprodução

 

“Muitas vezes, as pessoas produzem comida de qualidade e não têm um canal, uma plataforma para divulgar esse trabalho. O aplicativo vem para centralizar tudo isso. Os fornecedores recebem o pedido por lá, já confirmam e têm o controle”, acrescentou Luis Felipe. “Como a crise bateu forte para todo mundo, é uma forma também de ajudar os pequenos empresários a impulsionar as vendas”.

Por enquanto, a ferramenta está disponível apena spara download gratuito em smartphones com o sistema Android. As versões para iOS (iPhone) e web estão em processo de desenvolvimento e a primeira deve entrar no ar em aproximadamente dois meses.


Funcionamento
Para utilizar o aplicativo, basta criar uma conta. Há uma lista de fornecedores disponíveis, bem como a distância que eles estão do consumidor. Ao escolher o restaurante, o usuário pode ver as informações sobre o local, como cardápio, telefone de contato, horário de atendimento, horário para a retirada dos pedidos e forma de pagamento.


 

Nessa fase inicial, o consumidor deve buscar a marmita no endereço indicado, uma vez que eles ainda não trabalham com o serviço de delivery. A localização do vendedor aparece em um mapa, que mostra a opção de visualizar as rotas para o destino. “Os vendedores que a gente cadastrou até agora não trabalham com a entrega. Mas a ideia é que o serviço esteja disponível em breve”, afirmou Luis Felipe.

 

 

Fonte: *Metropole - Clipping

COMENTÁRIOS