Image and video hosting by TinyPic

 

Image and video hosting by TinyPic

 

compartilhar

AEDES AEGYPTI: Grande Brasília registra 14.226 casos de dengue desde janeiro

Foram, também, 97 registros de infecção por febre chikungunya; zika vírus, o levantamento apresentou 144 confirmações

A Secretaria de Saúde confirmou 14.226 casos de dengue em pacientes residentes em Brasília e 1.982 em pessoas de outras unidades da Federação.

É o que mostra o Boletim Epidemiológico nº 21, publicado nesta quarta-feira (25).


As cidades-satélites recordistas em registros seguem a tendência dos informes anteriores.

Brazlândia ocupa o primeiro lugar no ranking, com 1.911 infectados.

Em seguida, aparece Ceilândia, com 1.577 ocorrências.

São Sebastião, por sua vez, apresentou 1.434 infecções pelo mosquito Aedes aegypti.


Neste ano, sete pessoas morreram em decorrência da doença. Além disso, outras 16 manifestaram a forma grave da dengue.

Não há registro de óbitos de moradores de outras unidades da Federação na rede de saúde local.


Zika e chikungunya

O boletim também apresentou 97 registros de infecção por febre chikungunya em residentes no Distrito Federal.

Destes, 24 contraíram a doença em Brasília e, 37, em outras localidades. Nos 36 demais casos não foi possível determinar a origem da contaminação.


Em relação ao zika vírus, o levantamento apresentou 144 confirmações no Distrito Federal: 44 contágios no Distrito Federal e 15 em outras unidades da Federação. Nos demais 85 registros, não foi possível identificar o local da contaminação.


O documento também atualiza os números de gestantes que manifestaram o zika vírus. São 19 mulheres residentes na Grande Brasília, nove moradoras do Entorno e uma vinda de Mato Grosso. Até o momento, não há nenhum caso confirmado de microcefalia relacionada ao vírus.

 

COMENTÁRIOS