compartilhar

NÃO DESCUIDE: Grande Brasília tem 18.928 casos confirmados de dengue e 141 de chikungunya

Ocorrências aumentaram 99,3% em comparação com o ano passado. Em pouco mais de 6 meses, foram confirmados 28 casos graves da doença.

O número de casos de dengue registrados nas cidades-satélites e no Plano Piloto chegou a 18.928 desde janeiro deste ano.

 

Desse total, 16.764 casos (88%) são referentes a moradores do Distrito Federal. Os dados foram divulgados pela Secretaria de Saúde e contam os casos de dengue até 16 de julho.

 

Em comparação com o mesmo período do ano passado, as ocorrências da doença causada pelo mosquito Aedes aegypti aumentaram em 99,3%. Em 2015, foram 9.493 casos.


As cidades-satélites com maior número de contaminações foram Brazlândia, Ceilândia, São Sebastião, Planaltina, Samambaia e Taguatinga.

Juntas, elas respondem por 57% das ocorrências. Brazlândia registrou 1.926 casos desde o começo do ano, 11,48% do total envolvendo moradores da Grande Brasília.



De acordo com o boletim, 56% dos casos ocorreram na faixa etária entre 20 e 49 anos. Crianças menores de cinco anos concentram apenas 4% das ocorrências.


Em pouco mais de seis meses, foram confirmados 28 casos graves de dengue no DF, com 13 mortes e 15 pacientes foram curados.1

Zika e chikungunya
O relatório da Secretaria de Saúde também aponta que o DF teve 141 casos de febre chikungunya desde janeiro. Desse número, 133 são moradores do Distrito Federal e 8 residentes em outros estados. A doença também é causada por um vírus transmitido pelo Aedes aegypti.

Ceilândia, com 18 casos, foi a cidade-satélite com a maior contaminação pelo vírus. Gama, Samambaia e Taguatinga e Asa Norte também figuram como regiões onde o vírus foi transmitido.

Também transmitido pelo Aedes, o vírus da zika infectou 195 pessoas no DF em 2016. Dessas, 175 moravam na capital e outras 20 apenas passavam pela região. Não é possível fazer comparação com o ano anterior, já que não há registros do vírus da zika no DF no primeiro semestre de 2015.

As regiões de Taguatinga, Asa Norte, Águas Claras, Lago Norte e Asa Sul são as que apresentam o maior número de casos, com 43,43% das ocorrências da doença no DF. Entre dezembro de 2015 até 11 de julho desse ano, o DF teve 36 casos confirmados em grávidas.

 

Fonte: *Via G1 - Clipping/com informações da Secretaria de Saúde

COMENTÁRIOS