compartilhar

SATÉLITE: Mulher compra 300 m de iluminação para enfeitar casa em Brazlândia

Maria José recebe mais de 1,4 mil pessoas para ver a decoração. CEB dá três dicas para evitar problemas com instalações malfeitas.

Apaixonada pelas festas de fim de ano, uma moradora da Grande Brasília decidiu comprar mais de 300 metros de iluminação para enfeitar a casa.

 

As luzes se distribuem também pelo quintal e pela garagem. Maria José conta que a residência, em Brazlândia -cidade-satélite do Distrito Federal-, se  tornou ponto turístico e já recebeu mais de 1,4 mil visitas.


“Nós contratamos um eletricista para ter esse cuidado com todas as pessoas que vem visitar a casa da minha mãe”, conta a filha, Célia Maria Gonçalves. A família conta que tem um quadro de energia que funciona apenas para a decoração natalina.


Maria José estima que este ano a conta de luz sairá por volta de R$ 100 mais cara. Ela enfeita a casa há 20 anos. “Eu tenho quatro filhos, né. Eles ajudam [a pagar a conta]”, brinca.


Os enfeites da mulher não apenas se tornaram tradição na comunidae, como atendem a todas as dicas de segurança da CEB. A companhia alerta para o perigo de instalações malfeitas de fim de ano.


Uma dais principais dicas é não fazer ligações clandestinas com postes de energia, por exemplo. “A ligação clandestina, além de ser crime, deixa toda a comunidade exposta a riscos de choques elétricos, pois é feita por pessoas não qualificadas que não realizam estudo técnico prévio para realizar a ligação”, diz o gerente de Desenvolvimento, Saúde e Segurança da CEB, José Cezar Nonato.

 

Veja as três principais dicas da CEB


1 – Mantenha-se longe da rede de distribuição de energia elétrica;
2 – Não utilize os postes de iluminação pública ou de rede para apoiar as instalações;
3 – Contrate um profissional eletricista para realizar as ligações elétricas. Elas nunca devem ser feitas diretamente na rede da CEB ou nos postes de iluminação pública.

 

COMENTÁRIOS