compartilhar

"SEJA DIGITAL": Voluntários ajudam a levar a TV Digital à população carente da Grande Brasília

Certa do poder que os voluntários representam às causas de interesse coletivo, a Seja Digital, entidade responsável pelo processo de digitalização do sinal de TV no Brasil, conta com uma equipe que hoje tem 200 voluntários.

 

A finalidade do "time", que deve chegar a mais de mil pessoas até outubro e ser expandido para todo o Brasil, é levar informações sobre a chegada da TV digital em mais de 1.400 municípios do país até 2018.

 

A entidade tem como missão orientar a população sobre o processo e o que deve ser feito para que ninguém fique sem assistir TV nos municípios em que o sinal analógico será desligado.

 


O processo de digitalização do sinal segue um cronograma estipulado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações. Neste momento, a entidade está atuando em Brasília e outras nove cidades do entorno por meio de parcerias com universidades e ONGs locais.

Nessas localidades, a mudança do sinal acontecerá em 26 de outubro e, a partir dessa data, só será possível assistir à programação de TV em formato digital, com imagem e som de cinema e à prova de fantasmas, chuviscos e chiados.


Florisbela Gonçalves Soares, de 60 anos, atua como voluntária na Associação de Mulheres da cidade de Sobradinho. Lá, ela oferece apoio às mulheres que sofrem violência doméstica e ajuda na disseminação de informações sobre a mudança do sinal de TV e sobre a distribuição de kits gratuitos para beneficiários de programas do Governo Federal.

 

Segundo a voluntária, sua atuação é significativa porque muitas pessoas que passam pela associação podem retirar o kit com antena e conversor digital e não sabem.


“É muito gratificante pra mim, pois me sinto importante ajudando a melhorar a vida de pessoas que passam por muitos problemas”, explica. Lidando diariamente com mulheres em situação de vulnerabilidade social e extrema pobreza, Bela, como é chamada, conta que se sente feliz em levar mais qualidade de vida, informação e entretenimento por meio da TV digital.

 

 Antes de começar a parceria com a entidade e se tornar voluntária no projeto, ela passou por treinamentos realizados pela equipe de Mobilização Social da Seja Digital. Entre as atividades, foram feitas simulações de abordagem com o objetivo de prepará-la à missão de informar e esclarecer dúvidas sobre o processo.


“Os voluntários são uma força essencial nesse processo. Sem eles não conseguiríamos atingir todo o público que precisa ser mobilizado nessa mudança tão importante para a população brasileira”, comenta Antonio Carlos Martelletto, diretor geral da Seja Digital. “Enxergamos na prática do voluntariado uma oportunidade única de trazer representantes da população para dentro desse projeto, atuando como agentes de mudança”, conclui o executivo.


Quem quiser ser voluntário da Seja Digital deve acessar o site www.sejadigital.com.br e preencher o formulário de inscrição na área “Seja Voluntário”, ou enviar email para mobilizadores@sejadigital.com.br.


Voluntariados diversos

Em parceria com a Universidade Católica de Brasília, a Seja Digital tem mobilizado estudantes das áreas de Comunicação, Educação, Saúde, Serviço Social e Tecnologia para orientar a população e registrar por meio de vídeos e reportagens o processo de digitalização da TV em Brasília e nas cidades do entorno. Alunos do mestrado em Comunicação da Universidade também estão desenvolvendo pesquisa sobre a usabilidade da nova tecnologia.


Também os idosos que desejam auxiliar as pessoas das suas comunidades no processo de mudança do sinal de TV atuam como orientadores da população em Pontos de Aconselhamento Comunitários implantados nas comunidades.

Já a atuação em parceria com a Rede Urbana de Ações Socioculturais (RUAS) prevê a criação de equipes com jovens líderes que percorrerão ruas de bairros vulneráveis orientando sobre a mudança do sinal de TV e esclarecendo dúvidas dos moradores. As equipes também irão orientar a comunidade sobre a distribuição de kits com antena e conversor digital para beneficiários de programas sociais do Governo Federal. Para confirmar se pode retirar os equipamentos, o beneficiário deve acessar o site www.sejadigital.com.br ou ligar para a central de atendimento 147 (ligação gratuita).


A importância do voluntariado

Instituída em 28 de agosto de 1985 pela Lei Nº 7.352, o Dia do Voluntariado é comemorado anualmente como uma forma de lembrar a importância da prática de ações sociais, ambientais, culturais e educacionais – ou de outras áreas com as quais se identifique – sem esperar retorno financeiro.


No Brasil, segundo a mais recente pesquisa sobre o tema, existem mais de 16 milhões de voluntários, ou seja, pessoas que dedicam parte de seu tempo a projetos ou obras ligadas a alguma causa. O valor é considerado baixo, uma vez que não chega a 10% da população total do país.


A pesquisa, realizada pelo Datafolha em dezembro de 2014, ouviu mais de duas mil pessoas em 135 cidades do país e aponta que os principais motivos de estímulo para essas ações são a vontade de ser solidário (55%), a sensação de bem estar (51%), o sentimento de utilidade (40%) e a gratificação pessoal (37%).

 

A falta de tempo, no entanto, é apontada por 42% dos entrevistados como o maior obstáculo para aqueles que já se engajaram em algum projeto e não conseguiram dar continuidade e 40% daqueles que nunca atuaram como voluntários. Outros 29% responderam que nunca foram convidados a participar de ações voluntárias, 18% nunca pensaram nessa possibilidade e 12% não sabiam onde acessar informações sobre o tema.


O cenário sobre a atuação filantrópica não é dos mais animadores: apenas 28% dos brasileiros já se dedicaram a alguma causa, sendo que apenas 11% ainda estavam envolvidos com a atividade no momento da pesquisa.

 

COMENTÁRIOS