Image and video hosting by TinyPic

 

Image and video hosting by TinyPic

 

compartilhar

UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA:Márcia Abrahão é eleita a primeira reitora da UnB

A professora ompunha a chapa com Enrique Huelva e derrotou o atual reitor, Ivan Camargo. Por tradição, o escolhido é o que teve mais votos

Martelo sobre o comando da universidade será batido pelo presidente da República, Michel Temer 

 

Saiu na tarde desta quinta-feira (1º/9) o resultado da eleição do novo reitor da Universidade de Brasília (UnB). A chapa comandada por Márcia Abrahão e Enrique Huelva teve a maioria dos votos. Ela derrotou os professores Denise Bomtempo e José Manoel Sánchez, da Chapa 93 – UnB (Diálogo e Ação), e o atual reitor Ivan Camargo e Sônia Báo, Chapa 95.

 

Beto Camargo/Secom UnB


O novo reitor ficará à frente da UnB no período de 2016/2020. A consulta à comunidade universitária foi feita nos dias 30 e 31 de agosto. O modelo de votação foi o mesmo das últimas eleições, em 2008 e 2012. A paridade de um terço para votos de estudantes, servidores técnico-administrativos e docentes foi mantida. O nome mais votado será levado ao presidente da República, Michel temer (PMDB-SP), que vai bater o martelo.
Larissa Rodrigues/Metrópoles

 

A UnB é considerada uma das universidades mais importantes do país e do mundo. Segundo o ranking Quacquarelli Symonds – empresa britânica que classifica as principais instituições do mundo –a instituição é a quarta melhor do Brasil e a nova da América Latina.

Manifestação
Durante a apuração dos votos, cerca de 100 estudantes do curso de enfermagem da protestaram na porta do Centro Comunitário Athos Bulcão. Entoando a bordão “enfermagem não é mercadoria”, eles cobraram um posicionamento do próximo reitor sobre a possível mudança de gestão dos hospitais da região leste (incluindo São Sebastião e Planaltina) para as Organizações Sociais (OS). Eles atuam como estagiários e residentes nestas unidades. Além disso, pedem melhores condições para o funcionamento do Hospital Universitário de Brasília (HUB). Assim como os alunos de medicina, os de enfermagem ameaçam entrar em greve.

 

Fonte: *Via Metropole - Clipping

COMENTÁRIOS