Image and video hosting by TinyPic

 

Image and video hosting by TinyPic

 

compartilhar

SECURA TOTAL: Após incêndios no cerrado, fumaça e massa de ar seca, Brasília fica "embaçada"

Fenômeno também prejudicou a visibilidade em avenidas e estradas-parques da capital do país.

Grande Brasília registra dia mais quente do ano e Defesa Civil decreta alerta

Medida foi tomada depois de o Distrito Federal computou três dias seguidos de umidade abaixo dos 20%. Nesta quarta-feira (14/9), os meteorologistas registraram temperatura recorde de 2016: 34,2ºC até as 16h
Uma camada de fumaça cobriu o céu de Brasília nesta quarta-feira (14). Segundo o Corpo de Bombeiros, um incêndio em uma área de cerrado no Lago Oeste, iniciado na segunda-feira (12), provocou o fenômeno, que prejudicou a visibilidade em vias.

Resultado de imagem para fumaça brasilia df

A corporação informou que as chamas foram extintas, mas retornaram por conta do tempo seco, calor e dos ventos que atingiram a Grande Brasília nos últimos dias.

Até as 9h desta quarta-feira, a corporação ainda não tinha estimado a área afetada pelas chamas. Pela segunda vez na semana, as chamas haviam sido extintas, mas ainda existia a possibilidade de o incêndio recomeçar. As altas temperaturas e a baixa umidade, somadas a uma massa de ar seco, deixaram a visibilidade do Distrito Federal prejudicada.Prédios de Águas Claras ficaram encobertos por grossa camada de fumaça na manhã desta quarta-feira (14) (Foto: TV Globo/Reprodução)

Prédios de Águas Claras ficaram encobertos por grossa camada de fumaça na manhã desta quarta-feira (14)

Dados do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) apontavam umidade entre 55% e 15% e temperatura máxima de até 33º C. A previsão do tempo, de acordo com a organização, deve continuar a mesma para os próximos dias e a preocupação é de que as chamas se propaguem novamente na área.


Imagens de câmeras do DER que monitoram as principais vias do DF mostram a forte camada de névoa que prejudicou a visibilidade de motoristas. Alguns dos principais monumentos da cidade, como o Estádio Nacional Mané Garrincha e a Ponte JK, estavam cobertas por uma fina camada de névoa.

EPTG ficou encoberta por névioa na manhã desta quarta-feira (14)

EPTG ficou encoberta por névioa na manhã desta quarta-feira (14) (Foto: TV Globo/Reprodução)


Confira os cuidados nesta seca

– Evitar aglomerações em ambientes;

– Aumentar a ingestão diária de líquidos, independentemente de apresentar sede ou não. Beber pelo menos seis copos d’água de tamanho médio;

– Evitar os banhos prolongados com água quente, bem como o uso excessivo de sabonete para não eliminar totalmente a oleosidade natural da pele;

– Pingar duas gotas de soro fisiológico em cada narina, pelo menos seis vezes ao dia. Esse procedimento evita o ressecamento nasal e a ocorrência de sangramento;

– Evitar ligar aparelhos de ar-condicionado, que retiram ainda mais a umidade do ambiente;

– Colocar toalhas molhadas e bacias com água nos quartos durante todo o dia. Isso ajuda a manter o ar ambiente mais úmido;

– Trajar roupas adequadas às condições do tempo. No calor, usar roupas leves e se possível de algodão;

– Fazer refeições leves, incluindo frutas e verduras sempre que possível;

– Evitar exercícios físicos entre 10h às 17h. Neste período, a insolação e evaporação atingem seus índices máximos;

– Usar cremes hidratantes ou óleo vegetal em abundância para evitar o ressecamento da pele;

– Optar pelo uso de sombrinha ou guarda-chuva no período mais quente.

– As crianças merecem cuidados ainda mais especiais, pois têm a pele mais sensível e vulnerável. A hidratação é essencial, principalmente de dentro para fora com a ingestão de bastante líquido. Os pais precisam garantir que precisam redobrar os cuidados para garantir que as crianças estejam sempre bem hidratadas.

– Os idosos, suscetíveis a problemas respiratórios, também exigem atenção.

 

Fonte: *Via G1 - Clipping

COMENTÁRIOS