Image and video hosting by TinyPic

 

Image and video hosting by TinyPic

 

compartilhar

CINEMA BRASILEIRO: Festival de Brasília terá exibição de curtas de alunos de ensino fundamental nesta 6a.feira

Os filmes vencedores do 2º Festival de Filmes de Curta-Metragem das Escolas Públicas do Distrito Federal serão exibidos no Cine Brasília

A sexta-feira (23) do 49º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro terá a exibição de curtas-metragens feitos por alunos de Brasília do sexto ao nono ano.

 

A partir das 9h30, os vencedores da etapa de ensino fundamental do 2º Festival de Filmes de Curta-Metragem das Escolas Públicas do Distrito Federal terão os filmes exibidos gratuitamente no Cine Brasília.


Os 20 curtas que concorriam foram exibidos em 31 de agosto no Cine Brasília, para alunos de 11 escolas públicas que participaram do festival.

 

O júri que decidiu os filmes que vencerão o prêmio é formado por servidores das Secretarias de Cultura e de Educação. As categorias do prêmio são de melhor filme, roteiro, direção, ator, atriz, montagem, fotografia e abordagem do tema Água e Saúde: uma agenda para a vida.


O festival voltado para escolas públicas é dividido em duas etapas. A segunda é voltada para alunos de ensino médio, profissionalizante e educação de jovens adultos (EJA). Os filmes dessa etapa também serão exibidos no Festival de Brasília na próxima segunda-feira (26).


Jean-Claude Bernadet participará de debate

No salão Caxambu, do Kubitschek Plaza Hotel (Setor Hoteleiro Norte, Quadra 2, Bloco A), o crítico de cinema veterano e ator Jean-Claude Bernadet participará de debate com a equipe de produção de filme sobre ele amanhã, às 11h30.


Feito de forma documental, o longa-metragem também tem cenas completamente ficcionais. A ideia partiu do próprio Bernadet, que exigiu uma linguagem diferente do documentário.

Programação de 23 de setembro do 49º Festival de Brasilia do Cinema Brasileiro

A produção trata da mudança dele de crítico para ator aos 70 anos. “A destruição do título está relacionada a uma desmistificação do Bernadet intelectual e professor e a um nascimento como ator na chamada 3ª idade. Também é uma denúncia dele à forma como a sociedade representa a velhice”, explica a codiretora do filme, Cláudia Priscila.


O filme será exibido hoje às 19 horas, no Cine Brasília (106/107 sul) e será reprisado na sexta-feira (23), às 17h30, no Cine Cultura Liberty Mall (Setor Comercial Norte, Quadra 2, Bloco D). As duas sessões têm entrada franca.

Filmes de mostras competitivas, paralelas e de sessões abertas

À noite da sexta-feira, a mostra competitiva do festival terá duas sessões no Cine Brasília. A primeira começa às 19 horas e exibirá o curta mineiro Solon, seguido pelo longa cearense O último trago. A outra sessão, que começará às 21h30 fará as projeções do curta Constelações e do longa A cidade onde envelheço, ambos de Minas Gerais, mas o segundo também tem coprodução portuguesa. A entrada para as duas sessões é de R$ 12 (inteira).


A mostra paralela A Política no Mundo e o Mundo na Política terá duas apresentações. Os filmes A cidade do futuro, da Bahia, e Entre os homens de bem, de São Paulo, serão exibidos em sequência no Cine Brasília com entrada franca, o primeiro às 15 horas e o segundo às 16h30.

A história da produção baiana se passa em Serra do Ramalho, cidade criada pelo governo militar na década de 1970, com um trio que forma uma família diferente do tradicional. O longa paulista é um documentário que acompanha três anos da carreira política do deputado federal Jean Wyllis.


Outro destaque é o filme Cine holliúdy, que passou no circuito comercial de Brasília em 2014 e foi um sucesso de público no Ceará, onde foi produzido. A comédia ficou famosa na época em que foi lançada por ter legenda para traduzir o sotaque cearense. Antes dele, haverá a exibição do curta mineiro O último raio de sol. A sessão será no Cinema Voador (Sol Nascente, ao lado do posto policial) às 18h30, com acesso livre.

 

Programação do 49º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro

 

 

COMENTÁRIOS