Image and video hosting by TinyPic

 

Image and video hosting by TinyPic

 

compartilhar

CHOVEU LEGAL: Temporal com vento forte inunda avenidas no centro de Brasília

Carros quebraram nas tesourinhas da Asa Norte, que ficaram alagadas. Inmet diz que temperatura segue alta; reservatórios estão abaixo da média

A chuva forte que atingiu o centro de Brasília na tarde desta sexta-feira (23) causou uma série de prejuízos no trânsito do Plano Piloto. Ao longo das Asas Sul e Norte, semáforos ficaram intermitentes, "tesourinhas" inundaram e garagens foram invadidas pela água. A última chuva na região central tinha sido registrada em 13 de agosto.


Na altura da 711 Norte, a água ocupou as três faixas da Avenida W3 no sentido Sul-Norte. Cones foram colocados nas pistas, bloqueando o tráfego.

 

O trânsito foi desviado para o sentido contrário para evitar acidentes, causando forte congestionamento em toda a porção final da via. Ônibus tentaram enfrentar o alagamento, mas carros menores foram obrigados a alterar o percurso. Motociclistas utilizaram o canteiro central para fazer a travessia.Resultado de imagem para chuva em brasilia df

Estacionamentos de terra e canteiros de obra deram espaço à lama. A água barrenta invadiu paradas de ônibus e tomou o asfalto das principais vias.


Nas tesourinhas, o G1 identificou pelo menos dois carros com problemas. No acesso à 402 Norte, uma van parou no meio da pista. Na 216 Norte, a água cobriu os pneus de um veículo menor – imagens mostram o motorista fora do carro, coberto até os joelhos pela inundação.

Resultado de imagem para chuva em brasilia df

Desde a última terça (20), a chuva voltou a aparecer em localidades como Taguatinga, Ceilândia, Águas Claras e Riacho Fundo. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia, as pancadas de chuva devem ser mais frequentes nessas áreas pelos próximos dias, mas também podem atingir as outras localidades da Grande Brasília. 


No fim de semana, entre sábado (24) e domingo (25), as chuvas podem vir mais fortes. A mudança no tempo é esperada até, pelo menos, a próxima segunda (26).


Com isso, o Inmet prevê uma variação da umidade relativa do ar entre 35% e 95%, o que retiraria a capital do "estado de atenção" (abaixo de 30%). Na última terça, o Inmet mediu 28% de umidade. A temperatura deve continuar alta, entre 17 ºC e 32 ºC.

Poste ficou 'pendurado' na ponte do Braguetto após sofrer com fortes ventos decorrentes da chuva que atingiu Brasília nesta sexta-feira (23) (Foto: Corpo de Bombeiros DF/Divulgação)Poste ficou pendurado; na ponte do Braguetto após sofrer com fortes ventos decorrentes da chuva que atingiu Brasília nesta sexta-feira (23)

De acordo com a Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento do DF (Adasa), as chuvas não foram suficientes para aumentar o nível dos reservatórios do Descoberto e de Santa Maria, que abastecem 85% da população.


A bacia do Descoberto chegou a receber chuvas, mas não houve alteração posivita no volume – segundo a Adasa, a água foi suficiente apenas para "reduzir o ritmo da queda". O reservatório de Santa Maria, localizado no Parque Nacional, não recebeu chuvas.


Estado de alerta
Durante a maior parte do mês, a Grande Brasília esteve em estado de alerta em função da baixa umidade, com valores abaixo dos 20%. Em agosto, o índice chegou a 13%, mas foi logo "compensado" por chuvas pontuais fora de época.

Resultado de imagem para lagoa do parque da cidade brasilia df

Com a falta de chuvas, a lagoa do Parque da Cidade se transformou em um cenário parecido com o do sertão: parte do perímetro passou a ter só terra, e o restante tem o nível de água tão abaixo do normal que peixes deixam rastro na lama. A administração diz estudar abrir um poço artesiano no local para evitar o problema.


Os incêndios também se multiplicaram. No primeiro semestre do ano, a área consumida em queimadas florestais foi 11,5 vezes maior que o registrado no mesmo período de 2015, segundo dados do Corpo de Bombeiros. Foram 2.701,28 hectares consumidos pela chama – cada hectare equivale a um campo de futebol.

 

Fonte: *Via G1 - Clipping

COMENTÁRIOS