compartilhar

EXPEDIENTE SUSPENSO: STJ libera servidores por suspeita de contaminação nas caixas de água

Manutenção foi acionada para investigar problema e descobrir causas. Protocolo, limpeza, segurança e recepção continuam em funcionamento.

O Superior Tribunal de Justiça liberou servidores no início da tarde desta sexta-feira (28) após constatar a possibilidade de contaminação nas caixas d’água que abastecem o prédio.

 

O aviso foi dado pela administração por volta de 12h. Por telefone, a Secretaria de Comunicação informou ao G1 que a ação ocorreu de forma preventiva, já que não poderia haver consumo de água durante o dia. Não houve registro de incidentes nem de atendimentos por causa do problema.

Fachada do Superior Tribunal de Justiça (STJ), em Brasília (Foto: Elielton Lopes/G1)

Equipes foram acionadas para fazer a manutenção do sistema e tentar identificar se de fato houve contaminação e o que a provocou. Nem todos os gabinetes, no entanto, precisaram ser desocupados. Funcionários terceirizados, como das áreas de limpeza, segurança e recepções, continuaram funcionando normalmente. O protocolo, que recebe petições dos advogados, também segue aberto ao longo do dia.

O expediente no STJ começa às 7h e segue até as 19h. Ao todo, o tribunal tem 5 mil servidores, que trabalham nos turnos da manhã e da tarde. A suposta contaminação foi descoberta por causa da cor da água que saía das torneiras.

 

Fonte: *Via G1 - Clipping

COMENTÁRIOS