Image and video hosting by TinyPic

 

Image and video hosting by TinyPic

 

compartilhar

EIXO MONUMENTAL: Em carreata, taxistas pedem aprovação de PL que proíbe Uber

Grupo ocupou quatro faixas do Eixo Monumental no sentido Congresso. Manifestantes levaram cartazes e motoristas tocaram buzinas.

Taxistas de 17 estados e do Distrito Federal fizeram uma carreata até o Congresso Nacional na manhã desta terça-feira (8) para pressionar os deputados federais a analisarem o Projeto de Lei 5587/2016, que, na prática, proíbe a implantação do Uber no Brasil.
Os manifestantes seguiram em carros, ônibus e a pé até a sede do Legislativo. Os veículos foram enfileirados na Alameda dos Estados.

Taxistas fazem carreata para pedir que deputados aprovem projeto de lei que, na prática, proíbe implantação do Uber no Brasil (Foto: Alexandre Bastos/G1)
Taxistas fazem carreata para pedir que deputados aprovem projeto de lei que, na prática, proíbe implantação do Uber no Brasil

Os grupos ocupou quatro faixas do Eixo Monumental no sentido Rodoviária do Plano Piloto durante o protesto e deixou travado o trânsito entre o Tribunal de Justiça e a Esplanada. Manifestantes seguravam cartazes com a mensagem “O Brasil não está à venda”. Tocando buzinas, motoristas dirigiram por um trecho de cerca de sete quilômetros.


Por volta de 12h30 o trânsito ficou parado no Parque da Cidade e na via S1, no sentido do Congresso Nacional. De acordo com a Polícia Militar, 1,5 mil manifestantes participaram do ato na Esplanada. A organização estimou a presença de 3 mil táxis. Não houve registro de confusão.

Cartaz de táxi feito por manifestante para carreata que cobra aprovação de projeto de lei que, na prática, proíbe Uber no Brasil (Foto: Alexandre Bastos/G1)
Cartaz de táxi feito por manifestante para carreata que cobra aprovação de projeto de lei que, na prática, proíbe Uber no Brasil

O taxista carioca Marcus Monjardim diz ter investido cerca de R$ 200 para criar cada uma das três placas em formato de táxi, feitas de isopor e plástico, exibidas na manifestação. "Eu acredito que a concorrência será leal com a aprovação do PL 5587/2016. Hoje a disputa está predatória e desumana.”

Taxistas discutem sobre carreata para pedir aprovação de projeto de lei que, na prática, proíbe Uber no Brasil (Foto: Alexandre Bastos/G1)
Taxistas discutem sobre carreata para pedir aprovação de projeto de lei que, na prática, proíbe Uber no Brasil

O taxista Marcio Frescki enfrentou 17 horas de viagem entre Curitiba, no Paraná, e Brasília com sete pessoas em uma van do serviço de táxi oferece na capital paranaense. "O cliente paga e tem 30% de desconto para não correr atrás de serviço ilegal. Estamos em Brasília em busca do que é justo, do que é certo. Somos legais, eles não", afirma.

Taxista e sósia do Papai Noel, Edson Machado participa de protesto em Brasília pela aprovação de projeto de lei que proíbe Uber no Brasil (Foto: Alexandre Bastos/G1)
Taxista e sósia do Papai Noel, Edson Machado participa de protesto em Brasília pela aprovação de projeto de lei que proíbe Uber no Brasil

Taxista e sósia do Papai Noel em Campinas (SP), Edson Machado diz ter tido redução de 70% na renda desde o surgimento do Uber. "Tenho 42 anos de carreira e é a primeira vez que enfrento uma concorrência desleal como essa. Para você ver, até o Papai Noel quer trabalhar."

A taxista Rosângela Botelho, que trabalha no aeroporto de Congonhas (SP), também compareceu ao protesto. “A população quer serviço legalizado, quer menor preço. nos taxistas estamos extinguindo.”

A taxista Rosângela Botelho, que trabalha no aeroporto de Congonhas (SP), durante protesto pela aprovação de projeto de lei que proíbe Uber no Brasil (Foto: Alexandre Bastos/G1)
A taxista Rosângela Botelho, que trabalha no aeroporto de Congonhas (SP), durante protesto pela aprovação de projeto de lei que proíbe Uber no Brasil

Representantes de sindicatos e cooperativas estenderam faixas no gramado do canteiro central da Esplanada dos Ministérios, onde se concentraram no início da tarde. "Temos que ser criativos para concorrer. Uso plaquinha com 20% de desconto e faço bandeira para reconquistar clientes", diz a taxista brasiliense Jozi Felix.

Taxistas vão ao Congresso Nacional para pedir que deputados aprovem projeto de lei que, na prática, proíbe implantação do Uber no Brasil (Foto: Alexandre Bastos/G1)
Taxistas vão ao Congresso Nacional para pedir que deputados aprovem projeto de lei que, na prática, proíbe implantação do Uber no Brasil (Fotos: Alexandre Bastos/G1)
Taxistas fazem carreata para pedir que deputados aprovem projeto de lei que, na prática, proíbe implantação do Uber no Brasil (Foto: Alexandre Bastos/G1)

 

Fonte: *Via G1/Clipping

COMENTÁRIOS