compartilhar

ESCOLA SETOR LESTE: PM negocia desocupação em colégio da Asa Sul

Retirada só pode ser feita em dias úteis, diz advogada; Polícia tem liminar. Cerca de 30 alunos ocuparam Setor Leste contra a PEC do teto de gastos.

A Polícia Militar negocia na manhã deste sábado a desocupação do Centro de Ensino Médio Setor Leste, na 611 Sul, em Brasília.

 

A corporação diz ter uma liminar para a retirada dos estudantes, que protestam contra a PEC 55 (Proposta de Emenda Constitucional que estabelece um teto para o aumento dos gastos públicos pelas próximas duas décadas e que tramita no Senado).

Policial Militar observa interior da escola Setor Leste, na Asa Sul, em Brasília; PM negocia desocupação de estudantes do local (Foto: TV Globo/Reprodução)

Por volta das 10h30, os policiais conversavam com a advogada do grupo de 30 alunos que ocuparam o local na tarde desta sexta-feira (18). Até este horário, a negociação era pacífica. A área em frente à escola foi isolada.



A representante dos estudantes argumenta que a retirada não pode ser feita durante o fim de semana, exceto em casos excepcionais. A PM informou que os envolvidos aguardavam a chegada de membros da Promotoria de Justiça de Defesa da Educação (Proeduc) para discutir a questão.

Resultado de imagem para escola setor leste

Por causa de ocupações contra a PEC 55, que foi aprovada na Câmara Federal como PEC 241, o Ministério da Educação adiou o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para que 8.409 candidatos do DF. As provas, que foram realizadas nos dias 5 e 6 de novembro para os demais alunos, vão acontecer nos dias 3 e 4 de dezembro para este grupo.

Durante o anúncio do adiamento do exame, o ministro da Educação, Mendonça Filho, disse que a medida foi tomada por questão de segurança. Segundo ele, a prova adiada será feita em pontos que não foram afetados pelas ocupações, para dar segurança de que a situação não vai se repetir.

 

Fonte: *Via G1/Clipping

COMENTÁRIOS