compartilhar

MÁ-FASE PETISTA: Partido dos Trabalhadores tenta retomar sindicatos de olho nas eleições de 2018

Por exemplo, Marli Rodrigues (do SindSaúde), se distanciou do PT ainda no governo de Agnelo Queiroz

 

Com a crise envolvendo o PT em todo o País, inúmeros sindicalistas ligados ao partido e à CUT estão em campo para retomar o poder de entidades sindicais, locais onde Partido dos Trabalhadores começou e ganhou espaço.

 

Em Brasília, servidores petistas investem, por exemplo, no retorno à direção do SindSaúde, já que a atual dirigente, Marli Rodrigues, se distanciou da legenda ainda no governo de Agnelo Queiroz. Não é uma tarefa fácil.Resultado de imagem para marli rodrigues DF

 

Com a má-fase petista, que refletiu também nas eleições municipais deste ano, há possíveis candidatos ao comando da entidade registrando apelo nas redes sociais para conseguirem completar a chapa que exige a presença de pelo menos dois integrantes de cada regional de saúde.

 

Uma das mensagens situa que há dificuldades para seguir a empreitada. Sobradinho, Paranoá, São Sebastião, Santa Maria, Gama, Bandeirante, Riacho I e II, Brazlândia e Taguatinga ainda não atingiram o quorum mínimo. 

 

"Precisamos somar forças para retomar aquele Sindicato que por mais de trinta anos esteve filiado a CUT", faz apelo em corrente virtual Elias Lopes da Silva, possível candidato à presidência da entidade.

 

COMENTÁRIOS