compartilhar

OPERAÇÃO DRÁCON: Oficial vai à Câmara Distrital notificar deputados investigados

Os cinco investigados têm até o dia 4 de janeiro para se defender. Nesta terça-feira (6/12), apenas Raimundo Ribeiro recebeu a notificação

Uma oficial de Justiça esteve na Câmara Legislativa na tarde desta terça-feira (6/12) para notificar os deputados investigados na Operação Drácon sobre o recebimento pela Justiça da denúncia de corrupção passiva feita pelo Ministério Público do Distrito Federal (MPDF).

 

O Tribunal de Justiça do DF (TJDF) deu até o dia 4 de janeiro de 2017 para que os distritais apresentem suas defesas iniciais.

Dos cinco deputados denunciados, apenas Raimundo Ribeiro (PPS) foi notificado. “Era apenas a notificação de que o juiz recebeu a denúncia. Agora, vamos apresentar nossa defesa”, disse.  

 

O deputado Cristiano Araújo (PSD) também estava em plenário, mas disse que não sabia que a oficial estava aguardando para notificá-lo.  “Estou sabendo por você. Eu não tenho problema nenhum em receber e, assim que a notificação chegar, vou receber”, afirmou.


Os deputados Celina Leão (PPS), Bispo Renato Andrade (PR) e Julio Cesar (PRB) não estavam em plenário e também não tinham sido notificados até a última atualização desta reportagem.Daniel Ferreira/Metrópoles

 “Não recebi. Quando vim para o plenário, ela (oficial) já havia saído da Casa. Mas devemos receber a qualquer dia, pois agora não faz diferença”, ressaltou a presidente afastada da Casa, Celina Leão.


 

No dia 4 de janeiro, o TJDF estará de recesso, por isso, o recebimento da defesa dos distritais deve ocorrer na primeira sessão após o retorno dos servidores da Justiça ao trabalho. Os deputados são acusados de participar de suposto esquema de pagamento de propina envolvendo emenda da saúde.(*Por:Suzano Almeida)

 

COMENTÁRIOS