Image and video hosting by TinyPic

 

Image and video hosting by TinyPic

 

compartilhar

MURMURINHOS: Hélio Doyle poderá voltar ao GDF e seria uma "carta na manga" do governador RR

O ex-Chefe da Casa Civil do Buriti afirmou ao Jornal Regional que até agora "não foi chamado, e não se falou disso".

No castelo que tem janela para o Palácio do Buriti, as opiniões são de que o momento é de entendimento. A Câmara Legislativa do Distrito Federal precisa dizer mais sim e menos não para Rodrigo Rollemberg.


O problema é que o GDF está sofrendo pela falta de secretários que sejam bons executivos e experientes políticos. Por outro lado, enfrenta uma oposição na CLDF composta por deputados liderados por Celina Leão, que já deu provas de que tem a força. Suas madeixas alcançam redutos que incomodam o governo.

 

Está para retornar ao Buriti oficialmente o ex-secretário Hélio Doyle. Sua saída prematura dos quadros de Rollemberg foi resultado de desentendimentos com o Poder Legislativo.

 

Publicamente Doyle e Celina dispararam munição pesada um contra o outro. A pontaria da presidente da Câmara Legislativa foi melhor e provocou a queda do ex-secretário.


Após um período de participação oficiosa no GDF e retiro forçado, Doyle está preparado para voltar, segundo informações que circulam pelos corredores palacianos. Nãos se fala em que posição, mas fala-se muito no retorno de HD.


A reação dos deputados distritais ainda é imprevisível, mas a tendência é a de que sejam costurados acordos e de que o retorno de Doyle seja feito em paz. Se assim for, 2016 poderá ser um ano menos perdido do que o passado.


Só existe um caminho capaz de levar a economia do Distrito Federal a um patamar aceitável, com investimentos e salários circulando, mas depende do entendimento entre o Buriti e os deputados distritais.


Rodrigo Rollemberg e Celina Leão têm mandatos e foram escolhidos pela sociedade para os cargos que ocupam. Hélio Doyle não. Essa condição deverá ser observada, segundo analistas, para que o retorno do ex-secretário produza um horizonte melhor em todos os setores e um trânsito menos congestionado às necessidades do GDF na Câmara.


Devem evitar tiroteios os dois lados da praça. É muito pouco provável que estourem champagnes e brindem juntos, mas se a Rapunzel acenar com as tranças para a loba, já será um bom sinal. Pode ser até que o sapo vire príncipe e que o reino prospere. A sociedade, nesse caso, só terá que agradecer.(Por: Kleber Ferriche)

 

Fonte: *Notibras

COMENTÁRIOS