compartilhar

TARIFA DE CONTIGÊNCIA: ADASA vai recorrer contra decisão que suspendeu sobretaxa polêmica

A AGÊNCIA FOI NOTIFICADA ONTEM E SUSPENDEU A COBRANÇA

A Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico (Adasa) suspendeu a cobrança criminosa da sobretaxa na conta de água dos consumidores após determinação da Justiça. A Adasa foi notificada na quarta-feira (7), mas já avisou que vai recorrer da decisão da 3ª Vara da Fazenda Pública do DF.


 

A agência tem um prazo de 30 dias para questionar a Justiça, mas já adiantou que a tarifa de contingência é um meio de ‘estimular o uso racional da água’, além disso, tem a ver com a ‘segurança hídrica da população da Grande Brasília’.

Resultado de imagem para racionamento de agua df

A Defensoria Pública foi a responsável por ajuizar a ação contra a Adasa e a Caesb. O pedido era que não houvesse cobrança aos consumidores até que fosse comprovada a existência de custos adicionais decorrentes da crise hídrica.


Taxa de contingência

A tarifa de contingência foi anunciada em setembro como uma espécie de multa a consumidores que não economizarem no consumo de água. A sobretaxa, que chega a 40%, começou a ser cobrada em outubro. 

 

COMENTÁRIOS