compartilhar

SOL NASCENTE: Famílias de baixa renda ganham aquecedores solares na Grande Brasília

Intençao é garantir água quente para banho ao mesmo tempo em que o consumo de energia elétrica é reduzido. Trabalho começou pelo Sol Nascente, invasao que se tornou bairro em Ceilândia.

A distribuição dos aquecedores solares começou na sexta-feira (16). Ao todo serão entregues 2 mil aparelhos que irão substituir os chuveiros elétricos das casas. O Sol Nascente foi escolhido por se tratar de uma das regiões onde está concentrado o maior número de moradores de baixa renda no Distrito Federal.

A instalação do equipamento é feita pela CEB e deverá representar uma economia aproximada de R$ 450 por ano na conta de luz dos moradores. “Muitos não conhecem a energia solar e até estranham”, diz a companhia.


A ação da CEB Distribuição é resultado da lei que regulamenta o trabalho das concessionárias de energia elétrica no país e prevê um investimento mínimo de 0,5% da receita das companhias em projetos de eficiência energética.

Aquecedor solar doado às famílias do Sol Nascente (Foto: CEB/Divulgação)

Aquecedor solar doado às famílias do Sol Nascente

“O chuveiro elétrico representa cerca de 30% dos gastos domésticos com energia”, afirma a CEB. O equipamento tem capacidade para aquecer 200 litros de água usando apenas a luz do sol. Cada aquecedor demora, em média, quatro horas para ser instalado. As casas são escolhidas a partir de visitas de campo dos agentes do programa que verificam a estrutura da casa para poder instalar as placas de energia solar e o reservatório térmico – onde ficará armazenada a água aquecida.

Até a tarde desta terça-feira (20), 15 aparelhos tinham sido instalados no Sol Nascente. O prazo para conclusão do projeto é de um ano.

 

COMENTÁRIOS