compartilhar

NASCIMENTOS: Em 2 dias, bombeiros de Brasília fazem 2 partos improvisados a caminho do hospital

Na madrugada desta terça, bebê nasceu em carro da corporação que seguia rumo ao hospital de Samambaia. Crianças e mães passam bem.

Grávida, ela já estava entrando em trabalho de parto. O bebê, no entanto, não esperou chegar até o hospital, nasceu dentro da ambulância

 

 

 

Bombeiros brasilienses ajudaram no parto de um bebê dentro de um veículo da corporação, na madrugada desta terça-feira (27).

 

Segundo eles, as contrações fortes da gestante impediram que o percurso até o hospital fosse concluído. O caso foi o segundo registrado na Grande Brasília em dois dias.

Bebê nasce no caminho do hospital em carro do Corpo de Bombeiros, no DF (Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)

 

Bebê nasce no caminho do hospital em carro do Corpo de Bombeiros

 

 

O parto foi feito no trajeto entre Recanto das Emas e Samambaia. A mãe, de 20 anos, deu entrada no 36º Batalhão do Corpo de Bombeiro às 2h30, segundo o cabo Carlos Guedes, que coordenou o procedimento. A grávida foi levada às pressas para o Hospital Regional de Samambaia, mas não pôde esperar até a conclusão do trajeto.


Ao perceber o estágio avançado do parto, os militares decidiram parar o carro à beira da estrada, a cerca de um quilômetro do hospital. O bebê nasceu ali mesmo. "Eu estava muito tenso. Nunca tinha feito outro parto na vida", disse Guedes ao G1.


Apesar do nervosismo, o bombeiro diz que o procedimento foi feito com sucesso e o bebê, batizado Bernardo, foi levado "com muita saúde" ao hospital. "Estou tão feliz que pretendo visitar ele em breve. É muito bom participar de um momento tão especial", celebrou.


Irmãos Santos

No domingo (25), uma dupla de "Santos" auxiliou outra mulher no parto. O cabo Fabrício Santos e o colega Maurício Santos fizeram o parto da pequena Heloísa no carro dos pais da menina.

Para a gente, é como um milagre. A gente vê tanta tragédia no nosso dia a dia como bombeiro que é muito gratificante ajudar num momento como esse. Ainda mais em pleno Natal", contou Fabrício à época.


A mãe, de 19 anos, entrou em trabalho na véspera, conforme relataram os familiares. Ela mora em Águas Lindas de Goiás, no entorno do Distrito Federal, e decidiu seguir para o hospital na Asa Sul na manhã deste domingo, depois da Ceia de Natal. Mas, no caminho, percebeu que o trabalho de parto estava em estágio avançado. A situação obrigou o pai da criança a desviar o caminho para o quartel mais próximo, o 3º Grupamento de Bombeiros Militares, no SIA.

A menina e a mãe foram levadas, após o parto, pelos bombeiros ao Hospital Materno Infantil de Brasília (HMIB).

 

Fonte: *Via G1/Clipping

COMENTÁRIOS