compartilhar

DESCASO COM OS MAIS VELHOS: Mesmo com decisão judicial, idoso aguarda cirurgia no HRC

Paciente teve fratura no fêmur e está em uma maca na sala de medicação do Hospital Regional de Ceilândia desde 30 de dezembro de 2016

Nem mesmo uma decisão judicial está sendo capaz de fazer com que o idoso João Pereira Trindade, 83 anos, seja atendido no Hospital Regional de Ceilândia (HRC). O paciente está internado no local desde o dia 30 de dezembro à espera de uma cirurgia no fêmur.


Os familiares entraram na Justiça e conseguiram uma liminar para que a operação fosse realizada com urgência, mas os responsáveis pelo centro médico alegam falta de materiais, segundo os parentes. “Eles dizem que não têm próteses para cirurgias e que há pelo menos outras 80 pessoas na fila de espera”, reclama o filho, Aldo Borges Pereira, 37.


Ainda segundo o filho do paciente, a situação pode se agravar, caso a cirurgia não seja feita. “Meu pai está todos esses dias em uma cama na sala de medicação, pois não há outro lugar para ficar. Mas como ele tem diabetes e doença de Chagas, se ficar muito tempo na maca, pode ter uma embolia”, afirma.

Arquivo pessoal/ Reprodução

 

Em nota, a Secretaria de Saúde informou que fez a compra emergencial de 86 kits de próteses de quadril (colo do fêmur). “A aquisição possibilitará a realização de cirurgias nos 30 pacientes que aguardam pelo procedimento em toda rede. Os procedimentos começaram a ser feitos esta semana e seguem até o fim de janeiro nos Hospitais de Base, Gama, Taguatinga, Santa Maria, Asa Norte e Ceilândia”, informou a pasta, por meio de nota.


Além da compra emergencial, a Secretaria de Saúde afirma que há um processo regular de compra para abastecimento da rede. “Está em andamento a licitação para adquirir materiais de cirurgias de trauma, como placas e parafusos, com previsão de entrega em aproximadamente 60 dias”, acrescentou, em nota.

 

Fonte: *Via Metropole/Clipping

COMENTÁRIOS