compartilhar

BALANÇA, MAS NÃO CAI: Saída do secretário de Saúde do GDF ainda é uma incógnita

Comentado ultimamente nas rodas políticas e em alguns veículos da imprensa “on line”, a saída de Humberto Fonseca do cargo de secretário de saúde ainda é uma dúvida

Ao contrário do que tem sido comentado ultimamente nas rodas políticas e em alguns veículos da imprensa “on line”, a saída de Humberto Fonseca do cargo de secretário de saúde ainda é uma dúvida.

Numa demonstração de força, no comecinho do ano, o secretário exonerou o senhor Arthur Luís Pinho de Lima do cargo de Diretor Geral do Fundo de Saúde do Distrito Federal.

Segundo alguns servidores, a insatisfação do secretário com o diretor exonerado estava de fato insuportável, inclusive, recaindo sobre ele a culpa do corte, por falta de pagamento, dos serviços de telefonia e internet de toda a secretaria.



Outro sinal que aponta para uma eventual permanência de Fonseca à frente da secretaria é o fato de que todas as subsecretarias da pasta, durante toda esta semana, no auditório da Sede, estão apresentando formalmente ao secretário um planejamento de ações, incluindo novos projetos.

Autoritarismo que se repete

Servidores da Casa, em especial da Subsecretaria de Logística, tem se queixado do estilo autoritário da Subsecretária Éricka Redondo, que a exemplo do seu todo poderoso antecessor, Marcelo Nóbrega, pouco se lixava para a opinião dos seus subordinados.

Prova disso é que neste encontro semanal para apresentação e discussão das propostas de cada subsecretaria, os demais subsecretários tem conseguido mobilizar seus subordinados a acompanharem o evento, diferentemente dos servidores da SULOG que sequer foram chamados a opinar na formulação das sugestões, planejamento e projetos sob apreciação e debate.

Balança, mas não cai?

Em tempos de decisões açodadas e pouco trabalhadas, como o aumento das passagens de ônibus e metrô, não será surpresa se Humberto Fonseca, de fato, volte a aparecer no Diário Oficial do DF, só que desta feita como exonerado. Na bolsa de apostas dos servidores da Saúde é de que segunda ou terça-feira da próxima semana, Humberto – o belo já não mais será secretário.

O nome do ex-deputado Roberto Lucena (foto acima, à direita) tem sido constantemente lembrado para o lugar de Fonseca. Será?


Qualquer semelhança pode ser mera coincidência, mas vale a pena parafrasear o velho ditado. Nesse caso pode se dizer que “Nem tudo que reluz é ouro, mas tudo que balança cai”.


Se segura Fonseca!!!!                                
(*Por: João Zisman)

 

Fonte: *Via Politiques/Clipping

COMENTÁRIOS