Image and video hosting by TinyPic

 

Image and video hosting by TinyPic

 

compartilhar

TORNEIRAS SECAS: Racionamento na Grande Brasília permitiu economia de "uma Ceilândia por dia", diz Caesb

Em 6 dias de restrição, Distrito Federal deixou de gastar 550 litros de água por segundo. Racionamento segue sem prazo determinado, afirma presidente da Caesb.

O racionamento de água no Distrito Federal permitiu à Caesb economizar "uma Ceilândia por dia", informou nesta segunda-feira (23) ao G1 o presidente do órgão, Maurício Luduvice.

 

Segundo ele, em seis dias de restrição, o Distrito Federal deixou de gastar 550 litros de água por segundo – o suficiente para abastecer uma população de 360 mil habitantes.

O número supera em quase 15% a expectativa inicial da Caesb, que estimava uma economia de 400 litros por segundo.


De acordo com Luduvice, o resultado não se deve só ao corte de água. Ele afirmou que a participação dos moradores tem influência no resultado, em comparação com o primeiro dia em que foi aplicado o rodízio de água, na última segunda (16).

Resultado de imagem para racionamento de agua

 

"Antes tinha a preocupação de que as pessoas fossem encher as caixas d'água ou consumir em um dia o que não consumiram em outro. Então não foi só o rodízio. As pessoas estão economizando", afirmou Luduvice.

 

Apesar do quadro superar as previsões iniciais, a restrição de água segue por tempo indeterminado, afirmou o presidente da Caesb. "É importante que a população continue economizando", declarou.


Ele também minimizou as críticas à medida. Sobre canos estourados por causa do "liga e desliga" de água, disse que tem equipes preparadas para fazer manutenção. Em relação a hidrômetros que continuam girando somente com a passagem de ar, ele afirmou que a Caesb vai analisar picos de consumo e rever as faturas.


Quanto à água com coloração avermelhada, Luduvice disse que a situação se deve à presença de ferro nas encanações.

 

"A água vermelha vem da tubulação feita em ferro fundido. Não tem risco nenhum para a saúde pública da população."

CronogramaResultado de imagem para racionamento de agua

 

Nesta segunda, o racionamento de água completa uma semana, afetando as localidades de Vicente Pires, Colônia Agrícola Samambaia, Vila São José, Jóquei, Santa Maria, DVO, Sítio do Gama, Polo JK e Residencial Santa Maria.


Segundo o cronograma elaborado pela Caesb, os moradores destas regiões deverão ter o abastecimento interrompido a partir das 8h, com retomada após 24 horas.

Isso significa que, nas casas, comércios e prédios públicos dessas áreas, o fornecimento só começa a partir das 8h de terça (24) – e vai voltando, gradualmente, até o fim de quarta (25). De quinta (26) a sábado (28), as torneiras funcionam normalmente mas, no domingo (29), deve haver novo corte.


Segundo a Caesb, o "rodízio" ocorre entre todas as regiões que são abastecidas pelo reservatório do Descoberto, o maior da capital (veja lista abaixo). O corte no fornecimento está autorizado desde 10 de novembro, mas ainda não tinha sido implementado – e agora, não tem data prevista para terminar.

Resultado de imagem para racionamento de agua

 

Confira o cronograma de racionamento  para os próximos dias:


 

Segunda (23)
Vicente Pires, Colônia Agrícola Samambaia, Vila São José, Jóquei, Santa Maria, DVO, Sítio do Gama, Polo JK e Residencial Santa Maria

Terça (24)
Gama

Quarta (25)
Águas Claras (zona baixa), Park Way, Núcleo Bandeirante, C.A. IAPI, Candangolândia, Setor de Postos e Motéis, Metropolitana, Vila Cauhy, Vargem Bonita, Ceilândia Leste e Samambaia

Quinta (26)
Guará I e II, Polo de Modas, Colônia Agrícola Bernardo Sayão, setor Lúcio Costa, Super Quadra Brasília, Colônia Agrícola Águas Claras, Taguatinga Sul, Arniqueiras, Areal e Riacho Fundo I

Sexta (27)
Águas Claras (zona alta), Concessionárias e Taguatinga Norte

Sábado (28)
Ceilândia Oeste, Recanto das Emas e Riacho Fundo II

 

Fonte: *Via G1/Clipping

COMENTÁRIOS