compartilhar

OPERAÇÃO DRÁCON: Deputados distritais envolvidos em escândalo podem perder mandatos e pegar 24 anos de prisão

Segundo o  promotor do Ministério Público do DF, Geraldo Macedo, há provas suficientes para pedir a condenação do grupo formado pelos cinco deputados distritais: Celina Leão (PPS), Julio Cesar (PRB), Cristiano Araújo (PSD), Raimundo Ribeiro (PPS) e Bispo Renato Andrade (PR) pelo crime de corrupção passiva.

 

Os parlamentares são acusados pelo MP de receber propina em troca de emendas para educação e saúde.


Entre os elementos apontados pelo MP,  estão gravações, escutas ambientais, trocas de mensagens pelo celular, e-mails e fotografias.

Se condenados, os distritais podem perder o mandato e pegar até 24 anos de prisão.

O MP pediu o afastamento cautelar dos deputados até o fim do julgamento. Se a solicitação for atendida, os suplentes dos parlamentares devem assumir os mandatos nesse período.


Macedo afirma que os deputados usavam do mandato para benefício próprio.

“Percebemos vários atos usando dos cargos expuriamente. Usaram o cargo não para exercício do que deveriam de fato fazer. Chegavam a acompanhar os passos do MP”, afirmou.

O caso será julgado em breve pela Justiça do DF. (*Por:Donny Silva) -Com informações:G1

Resultado de imagem para operação drácon

 

Fonte: Clipping

COMENTÁRIOS