compartilhar

PREVENÇÃO À AIDS: Governo distribui 1,5 milhão de camisinhas para o carnaval

Retiradas podem ser feitas em unidades básicas de saúde de todo Plano Piloto e cidades-satélites. Também serão oferecidos 50 mil preservativos para blocos de rua e instituições

A Secretaria de Saúde reforçará em fevereiro a quantidade de preservativos masculinos disponíveis para distribuição gratuita.

 

No mês de carnaval, as unidades básicas de saúde de Brasília contarão com cerca de 1,5 milhão, 400 mil a mais que a quantidade regular mensal.

 

A pasta também vai reservar 50 mil camisinhas para entrega gratuita a blocos de rua e a instituições como empresas e administrações regionais.


“Nos últimos anos, estudos revelaram que há mais informação e que o público está mais instruído. Mesmo assim, houve uma redução no uso de preservativos, principalmente do público jovem”, diz o gerente do Programa de Doenças Sexualmente Transmissíveis e Aids, da Secretaria de Saúde, Sérgio D’ávila.

Resultado de imagem para CAMISINHAS NO CARNAVAL DF GDF

Segundo ele, ações como a do carnaval ajudam a diminuir a transmissão de doenças como aids, sífilis e hepatite C. “É importante incentivar o uso da camisinha, pois as doenças de transmissão social ainda têm números significativos. Apenas uma relação pode ser o suficiente para adquiri-las”, destaca D’ávila.


As camisinhas podem ser retiradas em qualquer unidade básica de saúde, em todas as regiões administrativas, de segunda a sexta-feira, das 8 às 18 horas. Os blocos, as administrações regionais, as empresas e outras instituições interessadas em distribuir os preservativos podem entrar em contato pelo e-mail dstaidssaude@gmail.com. A rede pública do GDF também oferece preservativos femininos.

Distribuição de preservativos 

 De segunda a sexta-feira, das 8 às 18 horas

Nas unidades básicas de saúde do Distrito Federal

Para pedir grandes quantidades: dstaidssaude@gmail.com

 

COMENTÁRIOS